quarta-feira, dezembro 12, 2007

Rodízio do Mundial Interclubes

A FIFA criou o Mundial Interclubes, no formato com clubes campeões de todos continentes, há três anos.

A iniciativa é válida, e visa difundir o futebol pelo planeta. Tem muita politicagem envolvida - como em tudo -, mas de fato, nessa fórmula, o Mundial Interclubes se torna mais... mundial.

Para que se torne universal de verdade, para que se torne mais geográfico, falta apenas uma implementação: mudar a sede do torneio. Ou melhor: torná-la móvel, e não fixa.

A idéia é semelhante à final da Liga dos Campeões da Europa, aonde se escolhe a cidade da decisão dois ou três anos antes. A FIFA deve estabelecer, em dois ou três anos de antecedência, o país sede do Mundial Interclubes.

Com o rodízio pelos continentes - incluindo Europa, claro - o interesse pelo Mundial Interclubes, mundo adentro e afora, deve crescer cada vez mais e mais.

Há muitos interesses políticos, e financeiros, envolvidos - como sempre. Tirar o Mundial Interclubes do Japão não deve ser tarefa fácil. Mas que é pertinente a intenção de fazer o rodízio de continente, isso é. Né?

6 comentários:

Net Esportes disse...

Discordo meu caro Carlão. O Mundial de Clubes deve continuar no Japão, aliás antes do novo formato ele sempre ocorreu lá e existe essa identidade que é muito válida para a sua credibilidade.......

Vinicius Duarte disse...

O problema não é o lugar da festa, mas os convidados...

gerson sicca disse...

A vantagem do Japão é q um local neutro.

Guillermo disse...

Você não podia estar mais errado...

carlão disse...

Gerson, o Japão não é mais neutro. O time do (do, e não de) Washington é japonês.

Breiller disse...

Cara, postei algo parecido no meu blog. Mas abordando mais o lado político e financeiro dessa decisão da Fifa. Com certeza sua sugestão é muito válida, mas, como você mesmo disse, é muita grana e politicagem envolvida. Pelo visto, vamos ter de nos contentar com jogos às 8h30 por um bom tempo.