terça-feira, dezembro 04, 2007

Seleções do Brasileirão

Eis a Seleção do Campeonato eleita na festa oficial da CBF:

Rogério Ceni; Léo Moura, Breno, Miranda e Kléber; Richarlyson, Hernanes, Ibson e Valdívia; Acosta e Josiel.

Eis a Seleção dos Bolas de Prata, pela Revista Placar:

Rogério Ceni; Léo Moura, Thiago Silva, Breno e Kléber; Richarlyson, Hernanes, Thiago Neves e Valdívia; Acosta e Leandro Amaral.

Agora, vamos ao que interessa: a Seleção do Campeonato pelo Blog do Carlão.

Rogério Ceni; Léo Moura, Breno, Miranda e Kléber; Richarlyson, Hernanes, Thiago Neves e Valdívia; Acosta e Dodô.

Alguns pontos sobre o primeiro selecionado:

1) Para mim, Ibson jogou poucas partidas para entrar na Seleção do Brasileirão. Ainda mais como meia-direita.

2) Josiel foi o artilheiro, mas não foi melhor que Dodô e Leandro Amaral, por exemplo.

3) Valdívia e Thiago Neves disputaram uma vaga (meia-esquerda). O que foi um pecado.

4) O Pentágono Mágico está em campo. Os principais responsáveis pelo título do São Paulo (Rogério, Breno, Miranda, Richarlyson e Hernanes).

Sobre os Bolas de Prata:

1) A questão das notas é muito relativa. Mas os eleitos são merecedores.

2) Miranda, que foi eleito nas outras duas Seleções, perdeu a vaga para Thiago Silva. Se for para escolher entre os dois para jogar no meu time, opto pelo quarto-zagueiro são paulino. Mas é discutível.

Selecionado do Blog do Carlão:

1) Os internautas do Blog do Carlão são diferenciados. Entendem de futebol.

2) O escrete foi escolhido nas enquetes, e entre as três, creio que é o melhor.

3) A disputa maior ficou no ataque, para saber quem faz companhia a Acosta. A briga ficou, gol a gol, entre Leandro Amaral e Dodô. O artilheiro dos tentos bonitos levou. Por muito pouco. Quase empate técnico.

As unanimidades nos três times: Rogério Ceni, Léo Moura, Breno, Kléber, Richarlyson, Hernanes, Valdívia e Acosta.

Só para registro, na premiação da CBF, Rogério foi escolhido o melhor jogador do certame, o craque da torcida, além de melhor goleiro. O técnico, pela terceira vez consecutiva, foi Muricy Ramalho. A revelação, Breno. A torcida, Flamengo. O árbitro, Leonardo Gaciba.

Na Bola de Prata, Thiago Neves foi o melhor do campeonato. Levou a Bola de Ouro. Dodô, a chuteira de ouro, por ser o maior marcador da temporada (34 gols).

No Blog do Carlão, Muricy foi eleito o treinador. E Acosta, o craque do Brasileirão.

4 comentários:

Carlão Azul disse...

Pelo que se pode perceber há bastante consonância entre os eleitos daqui ou dali.

ESTAMOS EM FESTA NO SITE, FESTEJAMOS A MARCA DOS 2000 ACESSOS

Sds. Celestes

SITE/BLOG
Sou Cruzeirense-Site
Sou Cruzeirense-Blog
ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE

Guilherme Dias disse...

O Acosta Jogou Muita Bola no Campeonato e Devia ter Ganho o Premio de Craque do Campeonato. Como Ele Não Joga no São Paulo ou Flamengo Ele Não Ganhou. Porque no Flamengo Fazem de Deus o Obina e Até o Primo do Messi.

Renan Turra Silva disse...

Três grandes times, indiscutivelmente.

Anônimo disse...

o ibson jogou quase tanto quanto o valdivia. por um ou dois jogos a menos. por isso quase o passou na ultima rodada no bola de prata.
teria jogado mais se nao tivesse sido covardemente aleijado depois de uma falta durissima num jogo contra o inter que o tirou de campo em 4 rodadas. e o juiz nem falta deu. mas ok.

mas tirando isso quem foi mais decisivo pro time, o ibson que foi o principal jogador do time (e sim, jogando de meia. era o unico sopro de criação na meiuca daquele time repleto de volantes do joel) na sua ascensao e o fez ir a libertadores?
ou o valdivia do qual o palmeiras sempre foi dependente, mas que na hora o time mais precisou dele fez merda?
na hora da decisao que se diferencia os homens de moleques.
so por isso o ibson ganha. pq futebol nao é so rebolar com a bola.