terça-feira, dezembro 14, 2010

A culpa é de quem?

O sentimento de culpa é inerente ao ser humano. Temos mania de senti-lo e personificá-lo em várias ocasiões da vida, nos mais distintos setores.

No caso do Inter, primeiramente é preciso reconhecer os méritos do adversário, o que brasileiro em regra tem dificuldade de fazer. Se o Mazembe está na final do Mundial, não é à toa.

Isto posto, tenho dois pilares para tentar justificar o fracasso do Colorado em Abu Dhabi: Taison e Giuliano. Na época da Libertadores, inclusive, visualizei os dois com a amarelinha.

Como se sabe, no mata-mata qualquer um pode morrer, ainda mais num jogo só de 'ida'. Se a equipe treinada por Celos Roth vencesse, o que seria normal, nada disso estaria sendo escrito.

No entanto, a meu ver, diretoria e treinador erraram ao vender Taison e manter Giuliano no banco (não me refiro à partida desta terça, mas sim ao segundo semestre desse ano).

Tática e tecnicamente, ambos fazem a diferença. Um dá velocidade e profundidade ao ataque, enquanto o outro organiza e finaliza com precisão. Sem eles, a produção é flagrantemente reduzida

Não sei qual seria o desfecho se os jogadores citados tivessem sido melhor aproveitados. Não sei se o Internacional cairia ou passaria pela semifinal. Contudo, se tem uma coisa que nunca digeri, foi a saída de Taison e a reserva de Giuliano. Desde sempre.

13 comentários:

Castello disse...

Particularmente eu torci pra derrota do Internacional, nao axo juto o Celso Roth ser campeão do mundo, um treinado que nunca ganhou nada, sempre foi chamado de burro por ponde passou,ganhou essa libertadores que caiu no colo dele, em um jogo de pura sorte contra o SP, onde o frangueiro do renan falhou e por sorte acabou c classificando,c nao me engano,perdendo o jogo...ai c ve pela campanha do inter no brasileiro, um timaço com pinta de ser campeao fazendo uma campanha ridicula...e ta ai o resultado, um jogo ridiculo, substituições mal feitas...Parabens Celso Roth

Leonardo disse...

Se iam encher a bola do treinador quando ganhasse, então nada mais justo culpá-lo. Não que a culpa seja só dele, mas o mérito também não seria...

Marcelo disse...

Vou um pouco alêm na sua observação my dear carlão, acho que o inter cairia tanto com giuliano ou taison em campo, acho que a culpa está no banco mesmo, pois é inacreditável que um time precisando igualar o placar, fique com apenas um atacante de ofício, mas que mediocridade é essa?
Sem contar o fato de muitas vezes o time estar desorientado em campo lembrando muito o mr. magoo dirigindo seu carro.
Outra, teve oba oba por parte dos jogadores sim, como do atacante rafael sóbis que parecia estar muito mais interessado em divulgar o dia-a-dia do grupo via twitter e blog do site clicrbs do que realmente estar focado para decidir do jeito que for preciso.

Enfim, creio que seja início de uma reformulação no elenco, índio tá em fim de carreira, alecsandro certamente não fica .. enfim é hora de arregaçar as mangas e se reerguer.

até!

Flávio Meireles disse...

É, meu querido Carlão, eu também nunca digeri o fato de o Giuliano ficar no banco de reservas do Inter. Com ele em campo, o Colorado é muito mais time. Eu achava, inclusive, que ele ganharia uma vaga no meio campo do Inter com a saída do Sandro. Pena que Celso Roth não tenha conseguido encaixá-lo na equipe. Não sei se Taison fez tanta falta assim. Na boa, não acho que seja um jogador de Seleção Brasileira. Acho sim que ele teve uma ótima fase. Quanto ao Roth, não acho que ele ganhou a Libertadores por acaso e não acho que seja mau técnico. Vide os trabalhos com Grêmio e Atlético Mineiro - com elencos horrorosos!!! - nos Campeonatos Brasileiros de 2008 e 2009...

Saulo disse...

Eu disse antes q se o Inter entrasse em campo com moleza ia perder o jogo e foi o q aconteceu.

Tadeu disse...

Concordo plenamente que a venda do Taison foi desce necessária e burra, mas com o Giuliano tem um negócio. O Giuliano foi a grande estrela do time na Libertadores como talismã do time, inegável, mas no período pós Libertadores, ele chegou a jogar diversos jogos como titular e não rendeu. Lógico que ele é um excelente jogador e teria vaga no time titular do Inter, mas não é assim tão absurdo ele começar no banco. Absurdo foi demorar tanto a colocá-lo em campo.

Um jogador que eu não entendi porque caiu tanto de "posição" no time do Inter é o Andrezinho.

Anônimo disse...

Não só Giuliano e Taison fizeram falta, mas também o Sandro.

Rafael Campos disse...

Entendo que vc possa não ter digerido, mas acho que ter essa tentativa de justificativa como pilar, para um clube tão grande como o Internacional (e brasileiro), me parece mto pouco.

Com ou sem Taison, no 4-4-2 ou 3-5-2, com um atacante fixo ou não e todas as outras variáveis que existem...o time brasileiro precisava ter feito mais do que fez. Perdeu. Isso é futebol.

Rodrigo De Ros disse...

Nem tudo certo, nem tudo errado né. Os erros e os acertos do Inter no Mundial da FIFA. http://j.mp/ef6FPq

Júlio Sérgio da Silva Júnior disse...

Eu até torci pelo Inter, mas acho que foi mais mérito do Mazembe do que desmérito do Inter.

E nessa onda de Mundial Interclubes, lancei a coleção de escudos para botão dos clubes que disputaram o torneio, no Bola Pro Mato, blog que a quase dois anos ajuda a manter vivo o futebol de mesa.
http://futmesajulio.blogspot.com

Aproveitando o encejo gostaria do apoio do Blog do Carlão para me ajudar a divulgar o Bola Pro Mato.

Gostaria também de se saber qual a sua opinião sobre a unificação dos títulos, não lembro de ter visto nada sobre isso aqui.

Ana Fernandes disse...

Concordo. Se o Giuliano estivesse entrado desde o começo do jogo, talvez o Inter teria saído com o resultado positivo.

Central do Pitaco disse...

Texto muito claro, concordo com tudo!

Parabéns pelo blog!

Abs,

Central do Pitaco

Anônimo disse...

Iiiiai carlao
tu faz parceria?
tenho um brother q tem um blog
http://plantelesportivo.blogspot.com/
http://plantelesportivo.blogspot.com/
http://plantelesportivo.blogspot.com/