terça-feira, junho 07, 2011

Brasil mostra evolução no último jogo

Ponderando a qualidade do oponente e do gramado, a atuação da Seleção diante da Romênia foi bem mais produtiva do que a diante da Holanda, apesar da magra vitória.

Nesta terça-feira, no Pacaembu, a participação dos meias foi mais intensa. Jadson, além de aparecer na área adversária, também executou passes verticais com sucesso, o que não ocorreu no Serra Dourada. Pelo menos de cabeça não me lembro.

Em contrapartida, não sei se por orientação do técnico, faltou a Elias presença na frente, infiltração e condução de bola em velocidade. Faltou a Elias assumir o papel do chamado "elemento surpresa". No Corinthians, aliás, era o que ele mais fazia.



A exemplo dos meias, a aparição dos pontas também foi superior à do amistoso anterior. Bastante participativos, Neymar e Robinho buscaram o jogo atrás, entraram em diagonal, apareceram por dentro, se aproximaram um do outro e até inverteram de lado ao longo da partida.

Em relação aos laterais, ao menos no primeiro tempo, André Santos foi tímido, ao contrário de Maicon, que, como de praxe, foi um trator no apoio pelo corredor. E na zaga, como de praxe, David Luiz não errou.

Se Ganso não for para a Argentina (post publicado antes do anúncio da lista), ou se for e porventura não aguentar os 90 minutos desde o início do torneio, acredito que Mano vai manter este 4-3-3, mas com Lucas Leiva, Ramires e Jadson no meio-campo.

Um comentário:

yoshi disse...

Olá. Estou criando um blog de resultados de partidas de futebol. Gostaria de fazer uma parceria de troca de links com a sua página. Se aceitar coloque no seu blog por favor o seguinte link: http://tabelasegols.blogspot.com e me avisa em algum comentário.

Att