quinta-feira, novembro 10, 2011

Brasil, Europa, Neymar e Seleção

"O mundo está jogando diferente. Vi um clássico brasileiro com muito espaço. Muito. E não é isso que estamos vendo fora. Precisamos de um entendimento diferente."

A declaração é de Mano Menezes, dada no dia 31 de outubro. Concordo com o treinador. O futebol jogado lá fora é diferente. Entre outras, foi por causa da questão dos espaços, por exemplo, que Petkovic fez o que fez em 2009.

Mas quero falar aqui sobre Neymar. E Seleção.



É evidente que a permanência do craque é boa para todo mundo. Para o atleta, para o clube, para a torcida, para a imprensa. Para todo mundo. Menos para a Seleção.

Pelo seguinte: na Europa a evolução é inegável. Essencialmente no que diz respeito à parte tática. Pelo menos é o que dizem os brasileiros que para lá se mudaram. O amadurecimento é acelerado. E notável.

Outro aspecto é que, se atuasse na Europa, Neymar se acostumaria a enfrentar os jogadores que provavelmente vai enfrentar em 2014. Na Copa, já estaria familiarizado com os adversários. Estaria acostumado a duelar com os peixes grandes do futebol mundial.

Quer dizer que ficar no Brasil vai fazer de Neymar um jogador ruim na Seleção? Claro que não. Seu talento se sobrepõe a qualquer fragilidade tática que supostamente possa existir. E quanto ao argumento de que não vai estar acostumado a jogar contra os peixes grandes, a recíproca é verdadeira: os peixes grandes não vão estar acostumados a marcar Neymar.

Sua permanência é um marco na história recente do futebol brasileiro. Não resta dúvida. É boa para todo mundo. Principalmente para ele, que se diz feliz perto da família, do filho e dos amigos. No entanto não tenho dúvida de que, para a equipe de Mano Menezes, seria melhor se ele pegasse pelo menos uma temporada na Europa antes da próxima Copa do Mundo. Veja bem: não que seja ruim ficar. Apenas seria melhor, para a Seleção, se fosse.

3 comentários:

Blog do Tavares disse...

Carlos, acredito que o desenvolvimento, inclusive tático do futbeol brasileiro passa pela permanência de grandes jogadores por aqui.

Se outros times seguirem essa conduta do Santos, estaremos indo em direção ao futuro ideal.

Abraço.

P.s.: não me lembro de ter visto uma postagem sua tão em cima do muro :D

Blog do Tavares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Moacir Santana disse...

Será que o Santos realmente vai conseguir segurar o Neymar até 2014? A impressão que eu tenho é que isso foi só uma estratégia para aumentar o valor da multa rescisória.