segunda-feira, maio 26, 2008

Malandragem versus Catimba?

Catimba?

Isso não existe há anos.

O Boca Juniors joga é bola.

E a tal 'catimba' atribuíada aos argentinos não passa de desculpa esfarrapada antecipada de brasileiro perdedor.

6 comentários:

Filipe Araújo disse...

a catimba existe sim, Carlão. tenho certeza absoluta disso.

abrazo!

http://gambetas.blogspot.com

Bruno Zanette disse...

O Boca vem batendo um bolão, é verdade, mas vez ou outra eles dão uma catimbada sim. Mas o que não tira em nada os méritos deles, por isso creio que infelizmente o Fluminense chegou aonde poderia chegar. Espero que eu esteja errado e que o Renato Gaúcho possa fazer um dos maiores milagres da Libertadores...

Abraço, excelente seu blog!

gerson sicca disse...

E brasileiro não catimba? O adversário mal toca e o cara se joga longe. Finge agressões. Isso não é catimba?
Todo mundo faz isso. Os nossos jogadores tem q parar com essa frescura e jogar bola.

gerson sicca disse...

Vi só o segundo tempo do jogo entre Flu e São Paulo e achei que o time paulista só foi eliminado por sua própria incompetência. O flu estava acuado e não fosse ter achado o segundo gol em seguida iria para o brejo.

Guillermo disse...

Pô Carlão!

Pelo título achei que você iria tocar na ferida entre malandragem e catimba.

Catimba é quando o "canalha" do outro time faz alguma encenação para nos prejudicar e malandragem é quando os "espertões" do nosso time fazem alguma encenação para prejudicar o adversário. Uma frase a la Galvão Bueno explica bem isso: "os argentinos fazem catimba para tentar obter vantagem e os brasileiros usam a tradicional malandragem para jogar o futebol 'muleque'".

Resumindo, absolutamente a mesma m...

DÁ-LHE GRÊMIO!!!

CÉLIO AQUINO disse...

O FLUMINENSE TEM TUDO PARA CONQUISTAR ESTA VAGA NA FINAL. É UM EXCELENTE TIME