terça-feira, julho 20, 2010

Mano, Timão e Seleção

Há quem diga: se o Mano for para a Seleção, e o Corinthians? Alguns levantam esse argumento, visando defender o clube e acusar o treinador de traidor.



Ora, esse argumento é ridiculamente desqualificado. Mano é um profissional e a sua possível transferência para a CBF é uma mera oportunidade de emprego. Assim como todo jogador, todo técnico sonha em chegar à Seleção. E quando essa chance bate à porta, é preciso agarrá-la com unhas e dentes.

E o Corinthians? Que arrume outra pessoa (Adilson Batista? Paulo Autuori?) para assumir o cargo, e bola pra frente. Vida que segue, simples assim, como diria João Saldanha.

6 comentários:

Leonni Pissurno disse...

É isso mesmo. É legal a permanência de um técnico, fato raro no Brasil. Mas o Mano não atingiu o principal objetivo que era a Libertadores no ano do centenário. Agora precisa ganhar o Brasileiro. Melhor assim, na Seleção é crescimento.

Bruno De Carvalho disse...

Mano menezes agora não Talvez + tarde que ele é técnico de seleção pra 2014 não pra 2018 talvez quem sabe?

Cleber Soares disse...

E ai Carlão, td blz.
vc tem toda razão. os corinthianos podem e até tem o direito de reclamar, mas ai chamar o cara de traidor já seria uma puta sacanagem.
amizade é amizade e negócio é negócio.

BLOG DO CLEBER SOARES
www.clebersoares.blogspot.com

Nicolau disse...

Não reclamaria do Mano, se a seleção chama o cara vai, é normal, até uma honra. Reclamaria é da diretoria se não tiver uma opção prontinha na agulha, apresentar o novo técnico na mesma coletiva de imprensa da que anunciar a saída do atual. E peço à CBF: se for pra levar o cara, chama logo, pra dar tempo do cara novo se adaptar e superar eventual queda de produção.

Mooooobra disse...

Iuuuurgh

Viegas disse...

Pra mim, Mano Menezes não é a melhor opção para a Seleção Brasileira. Ele não ganhou nada demais até agora. Quantos brasileiros da série A ele tem? Quantas Libertadores? Quantos mundiais? Série B, estadual e Copa do Brasil vários técnicos medianos também já ganharam...
Pra mim, a CBF chamando Mano estará dando um novo tiro no pé, assim como vez quando convidou Dunga.