quinta-feira, julho 29, 2010

Falar é fácil. Quero ver fazer

Quem sou eu para julgar Neymar? Não o conheço, nunca sequer conversei com ele, jamais olhei em seu olho, tampouco apertei sua mão. Portanto quem sou eu para dizer que ele está mascarado, metido ou marrento?



Não me interessa se Neymar ganha 90 ou 900 mil reais por mês. Não me interessa se, aos 18 anos, com dinheiro fruto de seu trabalho digno e honesto, ele se deu de presente um carro importado de 90 ou 900 mil reais. Não me interessa se ele usa moicano, alisa o cabelo, põe trancinhas ou escreve errado. Não me interessa se ele é um sujeito legal e inteligente, culto e letrado, se curte Parangolé ou Beethoven, ou se é vazio, bobinho e infantil. Não me interessa o que Neymar faz ou deixa de fazer fora de campo. O que me importa é o que ele faz ou deixa de fazer dentro das quatro linhas, e ponto final.

Para quem fica sentado no sofá ou na cadeira do computador, para quem tem o microfone na mão e a câmera no rosto, é fácil falar, é fácil criticar. Contudo, meu camarada, se for fazer isso, que faça com argumentos. Se for cornetar no Twitter, que faça com base e fundamento, e não banque o otário que só sabe xingar sem premissas.

6 comentários:

Cleber Soares disse...

Também não o conheço, mas seus atos, e digo isso como profissional, não me importa a atitude dele fora de campo, são de uma marra sem tamanho, o cara começou ontem, e já com essa marra toda???? o penalt "jogado fora" por ele ontem pode fazer muita falta no próximo jogo.... alguém tem que falar pra ele que amanhã ele pode vim ser um novo Denilson... e eu espero que ele não siga esse caminho, talento ele tem de sobra.

BLOG DO CLEBER SOARES
www.clebersoares.blogspot.com

Oemesonam disse...

êa galera !!!!!!!!!! Tenho TABELAS COMPLETAS dos principais campeonatos Europeus !!!!!! http://loucurapelofut.blogspot.com/

E também resultados atualizados !!!!!!

mArcelo - www.myspace.com/ativarock disse...

Dentro de campo, como torcedor, eu ficaria "puto" se o Neymar perdesse um pênalti batido daquela maneira, principalmente, em uma final de campeonato.

Fora de campo, acho que a vida é dele e ele faz o que quiser.

Mas como uma figura pública que ele é, deve ter consciência de que influencia milhões de crianças do nosso país, não só no modo de pentear o cabelo, mas em suas atitudes também.

Atitudes como desprezar crianças deficientes, pq elas fazem parte de uma instituição de caridade que não está de acordo com determinado tipo de religião, é deplorável.

Ver uma menina de 5 anos de idade rebolar feito uma prostituta, pq vê na televisão uma mulher melancia, uma Carla Perez, também não é motivo de orgulho.

Esse tipo de "ídolo" não ajuda em nada com a cultura e educação das pessoas.

Se não quer ser bom exemplo pra ninguém, também não precisa querer ser mau exemplo.

Se tem o poder da mídia em mãos e não quer usá-lo para o bem, não use para o mal, apenas não use!

Falta um pouco preparo, responsabilidade, inteligência e bom senso, mas infelizmente, quem não tem consciência, consequentemente, não terá nada disso.

Joaquim disse...

Carlão,
Aqui é o Joca, do Blog do Joca (www.jocafuteblog.blogspot.com), tudo bem?
Te indiquei para o prêmio Blog de Ouro, se quiser dar sequência à esta corrente, acesse o link abaixo, OK?(http://jocafuteblog.blogspot.com/2010/07/premio-blog-de-ouro.html)
Abraços,
Joca

Manuel Oliveira disse...

Neymar ainda é uma criança e tem de ser chamado à responsabilidade por marcar um pênalti daquela forma. Só o admitia se o resultado estivesse folgado!

Cps.
Blog do Manuel

Lili Filtre disse...

Carlão, eu concordo plenamente com vc em tds as palavras...
Para julgar tem que ter argumento...Um penalti perdido, ou muitas ou poucas faltas nao resume o grande jogador que é.
Se for marrento, que seja marrento-craque...E ponto final...
Só descordo com uma coisinha: o moicano me irrita e muito..Mas td bem, isso são ossos do ofício...
Adoraria ser sua Personal Stylist...
Bjs da Lili

http://lilinamoda.blogspot.com