terça-feira, agosto 17, 2010

Ajax traz empate da Ucrânia

Graças às estruturas táticas do Dínamo de Kiev e do Ajax, os duelos individuais da partida desta terça-feira, válida pela fase pré-grupo da Liga dos Campeões, ficaram bem definidos.

Vale ressaltar, no entanto, que as marcações não são individuais, nem os jogadores, em especial Suárez, ficam presos às posições. As poucas e boas aparições do uruguaio, por exemplo, ocorreram quando ele se soltou da ponta direita e foi atuar em cima de Betão.



Após a expulsão de Garmash, aos 11 minutos do segundo tempo, Valeri Gazzaev fez o que manda a cartilha dos treinadores quando se tem um homem a menos: passou para o 4-4-1 em duas linhas, com Gusev e Yarmolenko pelas extremas, Eremenko e Vukojevic por dentro, e Shevchenko na frente.

Mais tarde, depois de Vertonghen abrir o placar e de Gusev empatar, o técnico da equipe ucraniana sacou o camisa 9, trouxe o 7 para a asa esquerda do meio-campo (logo substituído por El Kaddouri), e colocou André no ataque. Foi a estreia do ex-santista pelo seu novo clube.

Um comentário:

Renan_Loopes disse...

Ótima análise como sempre Carlão.

Gosto desse estilo de jogo do Ajax, mas a zaga entrega. Não dá pra confiar no Oleguer.

Vamos ver se o El Hamdaoui dá uma chacoalhada nesse ataque do Ajax porque oh, com o Pantelic antes tava dificil.

Brother, me segue la no Twitter, @Renan_Loopes