sexta-feira, abril 15, 2011

Qual o Peixe ideal?

Embora tenha variado em várias partidas, o esquema tático base daquele Santos treinado por Dorival Júnior, que encantou o Brasil no ano passado, era o 4-2-3-1.

Nele, Arouca e Wesley eram os volantes, Robinho o ponta-direita, Neymar o ponta-esquerda, Ganso o articulador e André o centroavante.

Hoje, talvez a melhor alternativa seja retornar àquela estrutura, com Elano, Maikon Leite e Zé Eduardo entre os onze nessa versão 2011.



Posso estar falando bobagem, ele pode me desmentir, mas tenho a impressão de que Ganso rende mais com três atacantes. Com dois ponteiros e um 9, o camisa 10 tem mais opções para servir.

Com dois homens nas beiradas, o jogo não tende a ficar centralizado. E para a posição, penso que o nome mais indicado seja Maikon Leite, por sua velocidade, habilidade e poder de finalização.

Não sei você, nem Muricy Ramalho, mas para mim esta formação é a que pode deixar o Peixe mais ensaboado, neste primeiro semestre.

5 comentários:

Tavares disse...

Carlos, esse formação seria extremamente interessante se houvesse comprometimento de todo mundo marcar um pouco.

Pq tem muito jogador ofensivo aí, coisa que o Muricy não é muito chegado.

Esperemos...

Carlos Pizzatto disse...

Parto do princípio que todo jogador profissional tem que ser/estar comprometido.

E, na verdade, não espero este time de Muricy. É apenas a ideia que mais me agrada.

Abraços.

Junior disse...

Bixo, acho melhor assim msm. os atacantes chegando de trás. se vc observar, quase 100% dos gols do santos é o ponta vindo de trás e o Ganso empurrando a bola pra ele meter pra dentro. Se fixasse um centro avante na área o Peixe ia ter que começar a jogar bola na dentro da área pra fazer gol de cabeça e outras coisas mais comuns.. e isso não é muito o estilo dessa equipe.

Abraço.

xandao7878 disse...

tirar o Danilo na fase q ele está?

Fernando de Lélis disse...

Danilo é seleção Brasileira,não pode ficar dee fora.