domingo, fevereiro 11, 2007

13*

De um lado, Marquinhos, Marinho e Betão. Do outro, Miranda, André Dias e Alex Silva. Rosinei e Elton. Reasco e Jadílson. Marcelo Mattos e Magrão. Josué e Fredson. Willian. Lenílson. Wilson e Roger. Aloísio e Leandro. Os times são equivalentes. Tudo muito parecido, teoricamente. 3-5-2 pra cá, 3-5-2 pra lá. Tudo parecido? Não. Parecido é parecido. Parecido não é igual. Parecido é diferente.

A principal diferença entre São Paulo e Corinthians (além do treinador, afinal, Leão faz algumas alterações que nem Freud explica) foi a linha-de-fundo. Tanto Rosinei quanto Élton, os alas do Timão, afunilaram o jogo. Insistiram pelo meio, ao contrário de Reasco e Jadílson. Mesmo que os gols não tivessem surgido de jogadas pelo fundo, exceção feita ao gol alvinegro, no segundo tempo. O de honra.

Roger sumiu na escuridão. Não foi nem sombra do que foi contra o Rio Claro. Se bem que o Rio Claro não é nem penumbra do que é o São Paulo. Isso explica o porquê da diferença entre o jogo de quarta-feira e o de hoje.

O São Paulo foi melhor, mas há de se registrar que o bandeirinha do canto direito inferior do vídeo prejudicou, mesmo sem querer, o Timão. Timão que pareceu Timinho. A certa altura do campeonato, Magrão pôs a canela para brigar. Ganhou a briga, pois Leandro teve quer sair de campo. Ganhou um cartão vermelho, também.

Ao final, 3 a 1 São Paulo, que está há 13* jogos invicto perante ao Corinthians.

* 12 jogos, mais o jogo (São Paulo 3 x 2 Corinthians) anulado pelo Campeonato Brasileiro de 2005.

18 comentários:

Bitch disse...

Brother..nem tenho muito o q falar desse jogo..primeiramente concordo que parecido eh diferente..principalment quando se olha para a zaga do corinthians..naum acho essa zaga do sao paulo seja melhor do que a do ano passado, mas a zaga do corinthians é uma vergonha, tirando o Betão, o resto ali não jogaria nem o no time do Uniao de Rondonopolis (que me desculpem os torcedors desse grand time).
O Leao montou um esquema 3-5-2, usando como alas dois meias-ofensivo. Eh claro que com essa opcao o timao perdeu todo o poder de marcação sobre essa parte do campo, dependendo exclusivament da cobertura dos volantes e principalmente dos zagueiros. E foi essa a cagada do esquema, depender de Marquinhos (com o perdao da palavra, mas o tevez devia ter aleijado essa jegue) e do Marinho na cobertura, é a pior mancada de todos os tempos.
EU não usaria esse esquma 3-5-2, ja te falei que usaria o esquema 442, escalaria o Betao e o Marinho na zaga, com o Elton e o Roger no meio e o Arce e o Wilson na frente, acho que com essa formacao o jogo teria sido outro. Bom..eh isso cadu..o São Paulo jogou melhor justamente porque esse time que o Leao escalou so da certo com times que não possuem dos alas de qualidad, o q eh op caso do time pó de arroz.
Agora..paciencia..esperaremos o proximo jogo..e no proximo jogo tomaremos aquela caixinha

Bitch disse...

Corrigindo ali no final, no lugar de "o que eh o caso do time po de arroz" seria "o que não eh o caso do time po de arroz"

Bicth disse...

So mais uma coisa..o Leao não tem muita culpa naum viu Cadu..infelizmente o elnco do Corinthians não deu a ele a chanc de usar o esquema 442 completo..naum se esqueca q o Corinthians nçao tem nenhum latral disponivel para jogo, o q complica muito. Não vou nem entrar no ponto da culpa dos dirigentes, que provocaram isso ao assinar com a MSI.
O leao ta quebrando um galhao com o time q ele tem na mao, pricipalmente na area defensiva, ou vc acha q ele "ama" escalar o Marquinhos?
Por isso não acho que o Murici eh melhor q ele..acho os dois muito equivalentes isso sim.

carlão disse...

Muricy e Leão são pouco parecidos. Bem diferentes.

S4vi0 disse...

Faço as palavras do bitch as minha, soh acrescento o seguinte... sao 12 (doze) jogos q os bambis nao perdem pro timao, mesma marca q o Corinthians tem sobre o sao paulo, de 76 a 79, com os mesmos numeros, 8 vitorias e 4 empates. Nao vem aumentar esse numero nao rapá.. fuck bambi...hehe!!!

carlão disse...

São treze jogos, Sávio. São doze mais o jogo que foi anulado, sabemos porquê, no Brasileirão de 2005 (3x2 SPFC). Foi o jogo da estréia do Nilmar.

Zaca disse...

"Os times são equivalentes"???????
Não encontrei quase nenhuma equivalencia nestes times. Marquinhos, Marinho e Betão equivalentes a Miranda, André Dias e Alex Silva? Se o Corinthians tivesse o miranda seria melhor jogar com dois zagueiros... se pudesse contar com dois da zaga titular do SP melhor ainda. Rosinei e Elton n]ao são alas, não sabem jogar como alas, nao sabem jogar... acho que fui muito longe. Mas, não se pode comparar com a qualidade do Reasco e do (principalmente) Jadilson.
E se eu fosse seguir analisando eu ia salvar o Magrão que é um bom volante e dizer que o Marcelo Mattos é a maior enganação do futebol brasileiro, William é promessa de bom jogador, Wilson pouco (ou nada) havia visto jogar e que Roger é um jogador a se desfazer.
Nao encontrei a equivalencia...

carlão disse...

"Os times são equivalentes. Tudo muito parecido, teoricamente. 3-5-2 pra cá, 3-5-2 pra lá. Tudo parecido? Não. Parecido é parecido. Parecido não é igual. Parecido é diferente." Foi uma ironia, Zaca. Mas acho que não ficou clara mesmo. Tête-à-Tête, o time do SP é melhor.
Marcelo Mattos engana mais que Sóbis, Zaca? Hehehe!

S4vi0 disse...

12 jogos... anulou anulou, nao tem q cogitar... nao é oficial, portanto nao se pode contar. Isto é indiscutível. Se o "si" mudasse algo, o mundo seria diferente, as vezes nem vc poderia ter nascido "si" seu pai fosse mulher...

carlão disse...

Quem adora um "se", é o Leão! "Se o "si" mudasse algo, o mundo seria diferente, as vezes nem vc poderia ter nascido "si" seu pai fosse mulher..." Você começou a frase usando "Se". Pois bem... Leão que veio com os papos de "se". "se o juíz... se o bandeirinha... se desse o pênalti... se, se, se etc etc..." O fato é que o jogo ocorreu, não ocorreu? "Se" o Corinthians tivesse ganhado aquele jogo, mesmo que este viesse a ser anulado em seguida, o 'tabu' teria acabado em 2005. Mas não. Deu SP 3 a 2. O jogo está na história do campeonato brasileiro. Está na história de São Paulo e Corinthians. Está na história de Nilmar, que estreou no Timão naquele jogo. Ou agora você vai me dizer, porquê aquele jogo foi anulado, que Nilmar não estreou no Corinthians?

S4vi0 disse...

Que seja o "se" ou "si", vc entendeu o objetivo da frase. É oficial que o jogo foi anulado... portanto nao é válido. A sua "opiniao" é que o jogo deve ser computado, no entanto, opiniao nao pode ser levada a efeito para numeros... o romario tem a opiniao dele de qtos gols ja marcou. E se deixassem a opiniao dele prevalecer ele ja teria mil gols há tempos.

carlão disse...

Não é opinão, Sávio. O jogo São Paulo e Corinthians não é minha opinião. De fato, aconteceu. Na opiniçao da FIFA, CBF ou seja lá o que for, não existiu. Na minha opinião... bem, não importa porquê, como você mesmo disse, "opinião" não pode ser levada a efeito para números. Minha opinião, a sua, ou a da FIFA, neste caso, pouco importa. O fato é que o jogo existiu. Isso é fato.

carlão disse...

Pronto. "13*" fica melhor. Chegamos num acordo, morzão? (PS: pronuncia-se 'mórzão')

S4vi0 disse...

Pra numeros a gente conta o que é válido - oficial. Vc nao quer entender q o oficial é o que vale... dá pra se entender a sua "opiniao" quando se parte de um ponto de vista (o seu no caso) de que a FIFA nao é nda no futebol e como já me afirmou (nao cm essas palavras) "que as conclusões da FIFA nao podem ser levadas em consideração". Afinal de contas o mundial de 2000 - primeiro oficial pela FIFA - nao pode ser considerado nao é?! Mas Mundial mesmo era aquele jogo festivo denominado Copa Toyota (só pra japoneis ver), Copa intercontinental, ou seja lá o que for... Então mórzão, se pra vc as deliberações da FIFA nao valem nda, na minha "opinião" sao 12 jogos... e estamos conversados... Iurrrrgghhhh!!!!

Vinicius Duarte disse...

Se o jogo do Edílson não existe, então o Nilmar nunca estreou pelo Corinthians, então o Corinthians nunca o contratou, então não deve 8 mi de euros ao Lyon, então não deve mais jogar no timão, pois nunca foi contratado... Só corinthiano mesmo para querer apagar a história naquilo que não o interessa... porque aquele "mundial" de 2000 todas as torcidas do mundo já apagaram - algumas nem sequer registraram -, menos a do Corinthians...

S4vi0 disse...

Ae q tá.. vc nao pode comparar a torcida dos "outros" times - até pq sao outros (demais, reles, coadjuvantes, coisas do tipo) - com a torcida do Corinthians... esta é ímpar, única, sem igual... coisas diferentes. Por isso q os "outros" torcedores nunca vao saber o que é torcer pro Timao, é algo inimaginável, sublime, enfim... sentimentos q nao me convém lhe explicar, pq vc nunca vai entender pelo jeito... até pq vc faz parte dos "outros". Qto ao mundial de 2000, vcs "outros" sempre vao questionar pq foi o corinthians q ganhou, se fosse qqer outro time vcs aceitariam. Torcida nao tem q validar ou invalidar algo, pelo Aurélio, torcida é: "Coletividade de adeptos de um clube esportivo; grupo de torcedores", ou seja, cada um defende os interesses do seu time, o que nao quer dizer q se a torcida dos outros times apagaram o nosso título por se sentirem incomodados, o mesmo nao tem validade.É simples entra no site da FIFA - sabe aquela entidade máxima do futebol -, então o mundial de 2000 foi organizado pela FIFA (lembra dela? Entidade máxima do futebol!!), ou melhor, foi o primeiro campeonato considerado mundial pela FIFA, e de lá pra cá, houve tao somente mais dois campeoes mundiais: Inter e São Paulo. Agora se vcs "outros" quiserem apagar de suas memórias, também, que a FIFA é a entidade máxima do futebol, só pra nao considerarem nosso título, ae vai de cada um.

Vinicius Duarte disse...

Caro Sávio,

1- sei muito bem o que é torcer por um time (faço isso há muito mais tempo que você);
2- o SCCP (seu time, pelo que pude aferir...) poderia ser o maior de todos, caso sua torcida fosse um pouco mais racional, e menos afeita a emotividades do tipo que você descreveu. Vocês são capazes de enaltecer um escroque do tipo Kia Joorabichian (el, el, el, o Kia é da fiel!), serem abandonados e ficarem com Marquinhos e cia. Se fossem mais "pé-no-chão", jamais aceitariam essa "parceria", jamais aceitariam Dualib e sua família mandando e desmandando no clube, roubando e locupletando-se;
3- Peço que leia com mais atenção meu comentário. Talvez não tenha sido claro, tentarei ser agora: o corinthiano, como todo brasileiro médio, sofre de um mal chamado "memória seletiva": lembra-se do que lhe agrada, esquece do que lhe incomoda. Cansam de lembrar do título de 2000, mesmo que o critério de escolha (e a disposição para jogar) dos participantes não tenha a menor lógica e motivação, mas tenta apagar das estatísticas o jogo da estréia do cara que é aclamado como a salvação do SCCP neste ano.
4- A sua definição de torcida, digo, a do Aurélio, é perfeita. Veja se a mesma se encaixa na do SCCP. Torcer não é bater em jogador que joga mal, não é ameaçar atleta, chutar carro, não é invadir concentração para intimidar treinador e forçar escalação: isso só atrapalha o ambiente. Torcer é cobrar, sim, mas lá de cima, da arquibancada. Se descer, só aumenta a bagunça.

Abraço

S4vi0 disse...

Caro Vinícius,

Já tive a oportunidade de ver seu blog por meio do Cadu (Carlos) e sei que é torcedor a mais tempo do que eu;

A torcida corinthiana realmente é muito emotiva, o que nao quer dizer que 100% aja da mesma forma.
Os fatos deprimentes gerados pela torcida - apedrejar carro de jogador, invadir concentração, ameaçar atletas, enfim -, nao podem ser elogiados, ao contrário, devem ser repudiados por todos, afinal nós amantes do esporte bretão idealizamos o espetáculo dentro de campo e nao a selvageria ocorrente nas arquibancadas, o que nao é fruto tão-somente da torcida corinthiana, convenhamos. Infelizmente esta é uma realidade brasileira, quiçá mundial.
É fato que tais acontecimentos prejudicam sobremaneira o desempenho da equipe, todavia, a parcela da torcida conrinthiana responsável por estas barbáries é mínima, e pode ter certeza que a percentagem maior incrimina tais atitudes.
Confesso que o destronamento de Dualib é mais esperado pelos corinthianos - ao menos os mais centrados -, do que a conquista da Libertadores. Falo pela espera do destronamento pra nao falar da morte, caso em que estaria sendo muito maquiavélico. Fico realmente muito perplexo com a manutenção deste dinossauro na presidência do clube, haja vista, a flagrante má-fé deste senhor.
Quanto a parceria é evidente que trouxe mais prejuízos do que lucros ao clube. Tudo ocasionado pelo mesmo senhor supracitado que visando obviamente locupletar-se, bem como, manter-se no poder por mais tempo, agiu precipitadamente, ante o número de cifras que estava por vir, e atou o clube a uma empresa qualquer sem impor as condições necessárias.
Infelizmente, mais uma vez, temos que admitir que os clubes brasileiros, sem exceção, necessitam de parcerias para sobreviverem e/ou tentarem competir, talvez um dia, com os clubes dos países europeus, sem dizer, nos asiáticos, árabes, enfim, mas com certeza nao será com dirigentes mal intencionados que nossos clubes conseguirão algo vantajoso.
No tocante a Kia nem vou perder meu tempo falando no assunto, mas pode conscientizar-se que os gritos de "el el el Kia é da Fiel" foram originários daquela mesma mínima parcela anteriormente mencionada.

Abraço