domingo, fevereiro 25, 2007

Pegando na pata

As coletivas do Leão são sempre iguais: irritantes. Responder com muito mau humor as perguntas dos jornalistas e reclamar da arbitragem são suas especialidades. Ele só não reclamou, ontem, da expulsão do camisa 5 do Rio Claro, sendo que quem tinha cometido a falta e deveria receber o cartão amarelo fora o camisa 7. Como o 5, Felipe, já tinha amarelo, foi expulso. Se não houve má fé do juizão, prefiro acreditar que ele estava tendo alucinações.

Porém, temos que analisar o lado do Leão. Não é fácil ouvir as perguntas que ele ouve. Todas envolvem a queda do treinador. Todas o culpam, indiretamente, da má fase. Num dos questionamentos, senti na pele como é ser Leão: "Nos últimos onze jogos, nove jogadores do Corinthians foram expulsos. Qual a sua culpa nisto?" perguntou algum repórter. Tudo parece ser culpa do pobre coitado. Começa a aparecer um boato para se cogitar uma especulação sobre pessoas querendo a cabeça do Leão (com juba).

Acredito que trocar de treinador antes do Brasileirão seja algo precipitado demais. Isso serve para qualquer time do Brasil. Isso serve para o Corinthians também. De fato, estão pegando na pata do Leão. Agora, se o problema no Corinthians for parecido com o dos dois textos abaixo, aí não há santo que ajude. Talvez, São Berezovski.


2 comentários:

carlão disse...

Correção: são 9 cartões vermelhos, e não 9 jogadores do Corinthians.

Vinicius Duarte disse...

Emerson Leão é uma PESSOA DESPREZÍVEL. Pode ter sido bom goleiro, pode ser bom treinador (eu nunca achei, que fique bem claro), pode ser bom pagador de impostos, enfim, mas tem graves falhas de caráter. E isso faz toda a diferença.