quinta-feira, novembro 27, 2008

Variações táticas do Colorado

Inspirado pelo excelente Preleção - blog futebolístico que trata da parte tática com carinho e lucidez - vez ou outra vou publicar aqui análises mais detalhadas.

O Futebol de Botão, na barra lateral, continua. Mas com a prancheta anexada ao post, surgem os espaços para inserir as setas.

Comecemos com uma sugestão ao técnico do Inter.

Tite tem variado entre o 4-4-2 (uma linha de quatro, Edinho de cabeça-de-área, Guiñazu e Magrão de volantes, D'Alessandro de meia, Alex e Nilmar de atacantes) e o 4-5-1 (quando Alex atua ao lado de D'Alessandro, como meia-atacante).

No entanto, ontem, em função da expulsão de Guiñazu, Tite optou pelas duas linhas de quatro. Que deram muito certo, defensiva e ofensivamente. Nem parecia que o Inter tinha um jogador a menos.

Estas linhas de quatro podem ser uma boa variação para o esquema de Tite. Entretanto, não num 4-4-2, mas sim no 4-1-4-1:



Já que os laterais Bolívar e Marcão avançam com muita moderação, e que sem a bola Alex e D'Alessandro recuariam, com este sistema Guiñazu e Magrão teriam mais liberdade para chegar à frente. Não só para jogar com Nilmar, mas principalmente com Alex e D'Alessandro, respectivamente. Com a bola, o Inter seria forte, pela esquerda, com Marcão, Guiñazu e Alex, e pela direita com Bolívar, Magrão e D'Alessandro. Além de Nilmar, claro, que, apesar de atuar como centro-avante, também cai pelos lados. E Edinho, neste 4-1-4-1, seria o limpador de parabrisa.

O esquema pode não ser dos mais ofensivos, mas pode ser uma boa alternativa tática do Internacional.

Um comentário:

gerson disse...

pode ser uma alternativa boa, principalmente se tite estiver com dificuldade(e parece estar) para achar um jogador de área que faça companhia a nilmar.daniel carvalho se tivesse levado a sério a oportunidade poderia ter entrado no time, tirando edinho e mantendo guiña e magrão como os dois volantes.