domingo, setembro 13, 2009

Cruzeiro impede festa colorada

Com a vitória do Vitória sobre o Palmeiras até mesmo um empate colocaria o Colorado na liderança. Mas havia uma Raposa no meio do caminho. Num Beira-Rio com quase 40 mil torcedores os visitantes se portaram com frieza e firmeza, em nenhum momento os anfitriões os dominaram, o jogo foi lá e cá.



Os duelos individuais estavam bem definidos, Sandro com Gilberto, Magrão com Marquinhos Paraná, Guiñazu com Henrique e D'Alessandro com Fabrício. Eis que no 2º tempo, não entendi por quê, Tite inverteu Magrão com Sandro. A partir daí coube ao 11 vermelho marcar o 10 azul. Não deu certo. Talvez por isso Gilberto, praticamente livre dentro da área, virou o jogo de cabeça: 1 x 2.

Aos 29 Andrezinho empatou numa bela cobrança de falta, naquele momento o primeiro lugar era do Inter. Contudo no minuto seguinte, enquanto a torcida e os jogadores ainda comemoravam, o Cruzeiro chegou ao terceiro gol: 2 x 3.

E quem riu dessa história toda foi o São Paulo, que no sábado somou três pontos e no domingo viu seus concorrentes diretos perderem.

4 comentários:

Rodrigo de Oliveira disse...

Mais uma chance desperdiçada. O Problema não é o Palmeiras e sim o São que esta chegando. Não pode!!!

Comentarista Bola Murcha disse...

Gilberto foi o dono do jogo. E o Grêmio achou que o cara não era mais o cara. Tá ficando bonito na parte de cima. Putz, e o São Paulo de novo? Ah, e o Grêmio tá chegando...

Visitem www.comentaristabolamurcha.blogspot.com

Abraço,

Equipe Esporte Total disse...

Foi um grande jogo o melhor que eu vi nesse campeonato brasileiro.Apesar da competência da equipe que soube suportar a pressão do Inter o time dirigido pelo técnico Adilson Batista teve sorte. Adilson tirou o Soares e colocou um defensor, este treinador teve muita sorte hoje.

Valeu
Visite-nos: http://esportetotalbh.blogspot.com/

Vinicius Grissi disse...

O grande jogo da rodada. Cheio de alternativas e de mudanças. Como você disse: o grande vencedor do jogo foi o São Paulo, que segue forte para chegar ao tetra.