terça-feira, setembro 15, 2009

Edno na meia ou na ponta?

Quando o Corinthians fechou com De Federico, pensei nele como substituto de Douglas. Mas Mano já disse em entrevistas que ele tem características de homem de beirada de campo.

Aconteceu o mesmo com Edno. Quando se cogitou a possibilidade do jogador trocar a Lusa pelo Timão, também o visualizei na meia, centralizado, assim:



A meu ver Edno tem visão de jogo e qualidade no passe para atuar por ali, alimentando os três atacantes a passes curtos e longos, e progredindo na vertical para finalizar de fora e de dentro da área.

Só um parêntese: como Jorge Henrique é fundamental, imagino que Matías irá brigar por uma vaga com Dentinho, e irá ganhar.

Mano gosta de jogar com pontas, não vai abrir mão deles. Por isso se entender que não há no elenco um atleta capaz de exercer a função semelhante a que Douglas exercia, que nem De Federico nem Edno podem ser o pé pensante do time, é provável que haja uma mudança na composição do meio-campo.



Aí o Coringão jogaria com um cabeça-de-área e dois articuladores, esquema que foi implantado na partida contra o Santos há cerca de duas semanas. E Edno lutaria por uma das pontas, ou pela meia-esquerda (dificilmente).

E, claro, outra opção é Edno no banco. No entanto, na minha opinião, ele tem bola para estar entre os onze. Resta saber se Mano concorda, e onde o encaixaria.

5 comentários:

António Pista disse...

Mais uma grande exibição do Benfica, mais uma vez com a ajuda dos Brasileiros, Luisão e Ramires do Escrete, e David Luiz e Keirrison que na minha opinião num futuro muito próximo também serão seleccionáveis por Dunga.

Depois dos 8-1 ao Vitória de Setúbal, desta vez 4-0 em Belém! Com mais um golo de Ramires, este Benfica terá tudo para voltar a conquistar Portugal e a Europa!

Isto e muito mais, aqui:

http://aguia-de-ouro.blogspot.com/

Rafael Andrade disse...

Cara, eu acredito que o Edno chegue pra ser uma (ótima) opção para o banco. E não acho que o Dentinho vá parar entre os suplentes. Mas de qualquer maneira, o Corinthians tá se reforçando muito bem pra Libertadores (que é a prioridade no Pq. São Jorge) e se os times que estão na ponta da tabela continuarem vacilando, o Coringão pode até entrar de vez na briga pela taça.
PS.: Voltei a ativa com meu blog, depois de uma passada por lá. Valeu

Nicolau disse...

Mano Menezes deu uma declaração dizendo que, se Matias (cansei do sobrenome dele) jogar na meia, centralizado, o timeteria que jogar só com dois atacantes. Se essa for a opçõa do técnico, acho que Edno ou Dentinho deveriam ficar com a vaga, não Jorge henrique. Esse atacante deveria ter menos obrigação de marcar e ser mais incisivo.

Carlos Pizzatto disse...

Aí possivelmente Mano atuaria com um losango no meio, Nicolau.

Mas acho que ele só vai abrir dos ponteiros em último caso.

Resta-nos aguardar.

Brandão disse...

Acredito que o Edno briga diretamente por uma vaga com o Dentinho. Na minha opinião, pelo poder de cabeceio do ex-lusitano, o Mano pode optar por usá-lo no primeiro tempo, ficando com a opção de explorar a velocidade do Dentinho no segundo. Hoje, não tem solução, de improviso o armador terá mesmo que ser o Matías. O ideal para 2010, no entanto, é que com a chegada de um meia o argentino brigue por uma vaga com Jorge Henrique. Pra mim o Matías perde a parada e fica no banco também. Para 2010 não dá pra progetar um time titular, mas imagino um banco com grandes nomes como Edu, Jucilei, Dentinho e Matías. Para agora, no improviso, já que não temos um meia que cadencia o jogo, escalaria o time com duas linhas de quatro intercaladas por um cabeça de área e um pivô:

________________Felipe
Alessandro__Chicão__William_M.Olive
________________M.Matos
J.Henrique__Elias___Defred.___Edno
________________Ronaldo

Essa primeira linha já ficaria muito forte na marcação e rápida no contra-ataque, facilitando o trabalho dos defensores.

Abs!