quinta-feira, maio 09, 2013

Jô verde e amarelo?

Fred, Leandro Damião, Alexandre Pato, Diego Costa, Luis Fabiano, Luiz Adriano... Quem mais? Me ajuda aí. Mesmo que com uma bela dose de bondade e tolerância, quem são os possíveis imagináveis candidatos à camisa 9 da Seleção?

Minha impressão é de que não dá para fugir disso (na falta de tu, vai tu mesmo). E para mim, entre eles, os atacantes do Fluminense e do Corinthians estão no topo da lista de Felipão, para os amistosos contra Inglaterra e França e para a Copa das Confederações (é a mesma lista).



Confesso, no entanto, que outra alternativa tem feito minha cabeça de uns dias para cá - em especial depois de sua exibição de gala nesta quarta-feira. Entendo, porém, que ele será derrotado pelo gongo, pois nunca foi convocado pelo treinador do Brasil, e dificilmente será aos 45 do segundo tempo (guardadas proporções, tipo Ganso e Neymar com Dunga em 2010). Refiro-me ao artilheiro da Libertadores, com 6 gols: Jô. Ou como diriam alguns: Jowandowski.

Jô é Careca? É Ronaldo? É Lewandowski? Não. Mas, no momento, é (ou melhor: seria, já que os relacionados à Copa das Confederações serão divulgados na próxima terça-feira) a opção mais pertinente para ser testada. Talvez não jogasse de verde e amarelo o que tem jogado de branco e preto, naturalmente. Provavelmente. Ainda assim, seria uma boa ideia para quebrar o galho da Seleção. Afinal, ele está com a macaca.

Em tempo: A jogada manjada do Galo de Cuca (veja aqui) poderia ser fatal na equipe de Felipão, com os lançamentos dos zagueiros Thiago Silva e David Luiz, e as entradas dos pontas Neymar (Bernard?) e Lucas (Hulk).

No Twitter. No Facebook.

Um comentário:

Alessandro Ferreira disse...

Carlão,bom dia!

Só alguns pontos que eu gostaria de considerar com relação ao Jô:

- A seleção não vai jogar no Independência. Fator principal.
- O treinador não é o Cuca.

O mesmo critério eu uso para o Ronaldinho Gaúcho. Dos jogos do Galo, apenas um, jogado fora do Independência, eu vi o Jô jogar bem, que foi contra o Arsenal na Argentina, os outros, como o Ronaldinho Gaúcho, ambos tiveram apagadas. Acho que o Galo joga o melhor futebol hoje, mas dai a seleção é uma outra história e um outro patamar.

Abs