sexta-feira, outubro 12, 2007

Sempre ele

Cruzeiro, 64 gols.

Náutico, 53 gols.

Os dois melhores ataques do Brasileirão.

Promessa de muitos gols no Mineirão.

Promessa cumprida.

O Timbu foi a Belo Horizonte sem seis titulares. Na rodada anterior, os jogadores alvirubros foram orientados a provocarem o terceiro amarelo para ficarem de fora contra o Cruzeiro e não correrem o risco de desfalcarem a equipe no jogo que realmente interessa, contra o Corinthians, confronto direto pela 32ª rodada.

O Cruzeiro foi melhor no primeiro tempo.

Fez 2 gols.

No segundo, o Náutico foi melhor.

Fez 2 gols.

Sem seis titulares, mas com o principal deles: Acosta.

Sempre ele.

Marcou os dois gols da equipe do Recife.

E saiu chorando de campo.

Saiu chorando porque tomou o segundo amarelo no jogo, o vermelho, e foi expulso.

Sempre ele.

Saiu chorando porque vai desfalcar seu time numa das principais partidas do campeonato para o Timbu. O vice-artilheiro do Brasileirão, com 17 gols, não jogará contra o Corinthians, nos Aflitos, no próximo domingo.

2 comentários:

Guilherme disse...

Grande Empate do Meu Timbu =)
E Acosta Jogou Muito Como Sempre.
Sua Expulsão Foi Injusta Pois ELe Tinha Recebido Falta Primeiro Mas Tudo Bem é Sempre Assim.
Valeu Timbu!!!

carlão disse...

Acosta joga muita bola mesmo.