quarta-feira, agosto 13, 2008

Brasil x Camarões, a revanche

Quem não tem o time de Camarões entalado na garganta atire a primeira pedra.

Foram eles que eliminaram o Brasil em Sidney, 2000, na última participação olímpica do futebol brasileiro (já que o país ficou de fora em 2004, Atenas).

Mas na verdade esse Camarões x Brasil não pode ser considerado uma revanche. Faz muito tempo. Oito anos. E além disso, nenhum jogador do Brasil, e de Camarões, que está lá na China nesse momento participou daquelas quartas-de-final na Austrália.

Nenhum, exceto um:


O destino colocou Ronaldinho e Camarões frente à frente de novo. De novo em uma quarta-de-final de Jogos Olímpicos.

Se os garotos do Brasil estão pra lá de motivados nestas Olimpíadas (para mostrar serviço a Dunga, visando a Seleção principal), Ronaldinho, o mais velho do grupo, remanescente de 2000, tem motivação de sobra para jogar bem. Particularmente contra a seleção camaronesa.

Um comentário:

Adriano Assis disse...

Não tenho a seleção de Camarões na garganta, mesmo porque foi merecida a vitória deles.

A CBF nunca tratou as Olímpiadas como merece, nunca deu prioridade, e nunca fez uma verdadeira preparação olímpica.

Por isso nunca ganhamos o ouro e ficamos de fora de Atenas. Não querendo ser pessimista, seremos eliminados por Camarões novamente.