domingo, agosto 10, 2008

Seleção em evolução

Ronaldinho está jogando na Seleção Olímpica como segundo atacante, e como tal ele deve cair pelos dois lados do campo, e não ficar fixado à ponta-esquerda.

Evidente que por ali ele rende bem, mas se o camisa 10 caisse também pela direita, a equipe criaria mais alternativas de ataque.

No jogo contra a Nova Zelândia os laterais apoiaram bastante, principalmente pela esquerda, com Marcelo. Por causa de Ronaldinho, o melhor em campo.


Pelo flanco canhoto as jogadas são tramadas por Marcelo, Anderson e Ronaldinho. Já pelo destro, Rafinha só tem Diego para jogar junto. O lado direito está carente de um atacante justamente porque Ronaldinho não cai por lá para jogar com Diego e Rafinha.


As trincas ofensivas devem ser formadas por Marcelo, Anderson e Ronaldinho pela esquerda, e por Rafinha, Diego e Ronaldinho pela direita.

Se Ronaldinho fizer o papel de segundo atacante de verdade, daqueles que joga pelos dois lados, o Brasil ganhará e muito.

Dito isso, o 5 a 0 na Nova Zelândia foi ótimo não só pelo placar, mas pelo futebol apresentado. Pela primeira vez em quatro jogos esse Brasil não pareceu um bando em campo. Pareceu um time de verdade. Uma seleção de verdade.

A equipe de Dunga está em evolução. E se assim continuar, vai longe.

Um comentário:

Otávio disse...

Thiago Neves tem que ser titular no lugar do Diego!!