quarta-feira, maio 06, 2009

Palmeiras abre boa vantagem

Luxemburgo adotou um esquema não tão comum ao Verdão. O 3-5-2 deu lugar ao 4-4-2 à brasileira, com Marquinhos ora fazendo o terceiro atacante pela esquerda.

Cleiton Xavier atuou como segundo volante, vindo de trás, mais pela direita, ao lado de Pierre. Aliás, quando os dois laterais subiam ao mesmo tempo, eventualmente o camisa 5 vinha fazer o terceiro zagueiro às costas de Armero.



O 10 e o 7 são os dois pés pensantes da meia cancha. Eles transitaram por extensa faixa criativa do gramado com a missão de articular as jogadas, e também de chutar de fora da área.

Marquinhos e Willians são os pés velozes. Ambos deram bastante leveza e rapidez ao time, tanto buscando a ponta quanto entrando em diagonal. Embora seja digno de nota a má aparição dos dois.

Aos 20 do segundo tempo ocorreram algumas alterações. Mozar, o estreante da noite, compos a dupla de volantes com Pierre. Desta maneira Cleiton ficou mais solto para criar, ao lado de Diego. Na frente, Ortigoza entrou para ser o companheiro de Keirrison. O paraguaio sofreu a falta que resultou na expulsão do volante Hamilton e no gol, marcado por ele mesmo, de cabeça, após a cobrança da infração. E, posteriormente, Armero, mal na partida, deu lugar a Jefferson.

O 1 a 0 foi um ótimo placar para o Palmeiras. Não levar gol em casa neste tipo de mata-mata é fundamental. A tarefa do Sport na Ilha não é fácil: ir para cima sem se desguarnecer.

4 comentários:

Eduardo Henrique disse...

Carlão,

O Leão vai devorar o Porco na Ilha.
Não tem "Gripe Suína".
O bicho vai pegar!!!

Vinicius Duarte disse...

Pô, Carlão...

Queria participar da mesa redonda de segunda, adicionei o blog no msn mas você nem deu bola, cara...

Carlos Pizzatto - Blog do Carlão disse...

Eu vi, Vinicius. Fiquei online por volta das 18h55, mas você já tinha saído.

Segunda que vem vai ser das 18h45 às 19h30. Meia hora foi pouco tempo.

Carlos Pizzatto - Blog do Carlão disse...

Só uma correção, pessoal: na verdade o Palmeiras não jogou efetivamente num 4-4-2 à brasileira (4-2-2-2).

A movimentação do camisa 8 me confundiu. Willians atuou aberto na direita (por isso a setinha na prancheta indica ele caido para a ponta, e por isso tem o trecho que diz que Marquinhos e Willians "deram bastante leveza e rapidez ao time, tanto buscando a ponta quanto entrando em diagonal").

Dei-me conta deste pequeno detalhe ao ver os comentários do Eduardo Cecconi, no Preleção, e do PVC, em seu blog.