quinta-feira, maio 06, 2010

Dois tempos distintos no Pacaembu

O primeiro tempo do Corinthians foi irretocável. O do Flamengo, irreconhecível. O Timão adiantou seus jogadores, marcou o Mengão por pressão e não tirou a bola do campo defensivo do adversário nos primeiros 45 minutos.

Ronaldo foi marcado pela dupla Rômulo e David, Jorge Henrique por Ronaldo Angelim e Dentinho por Willians (individualmente). E os laterais alvinegros bateram de frente com os alas rubro-negros, quando estes não entraram em diagonal e buscaram a linha de fundo.



Já William e Chicão ficaram encarregados por Adriano e Love. O camisa 9 do Fla, aliás, quando a equipe não tinha a posse, acompanhou Ralf. Vinícius Pacheco fez o mesmo com Elias, e Maldonado com Danilo. Os duelos individuais, basicamente, foram estes.

No início da segunda etapa os donos da casa, acredito eu que por instinto, recuou demais, deu campo aos visitantes, e o Flamengo cresceu, aliado à entrada de Kléberson. A partir do gol de Love, o Corinthians voltou a domar o jogo, porém deixou espaços aos inúmeros contra-ataques.

5 comentários:

dum disse...

Cara, não sou nenhum "Mourinho", acompanho seu blog pois gosto muito de suas análises. Mas olhando o jogo ontem de dentro do pacaembu eu percibia algo que posso estar totalmente errado, mas eu via o Ralf como um 3 zagueiro quando o flamengo atacava, e no contra golpe do Corinthians o Chicão era quase que um volante. Poderia tirar essa minha dúvida?

Grande abraço, e parabéns pelo blog!

Carlos Pizzatto disse...

Dum, não achei que Ralf fez papel de terceiro zagueiro, não. Mas não quer dizer que minha visão esteja correta.

Abraços.

Anônimo disse...

a nova cançao corinthiana!!!!!!
http://www.youtube.com/watch?v=A5mLYtp_RTM

Leonardo Kope disse...

1º tempo só deu Corinthians.
No segundo tempo o time do Fla deve ter tomado um esporro daqueles, ja veio empolgado.
E aiii olha que deu a vaga pra proxima fase!

Eduardo Ferraz de Oliveira disse...

Bela análise... mas esse Vinícius Pacheco MEU DEUS, você até poderia tirar ele de campo que não faria falta... Eu vi o Corinthians cair muito pelo direito do Flamengo, o jogo se deu em cima do Léo Moura. O Alessandro implorava bola do outro lado do campo.