quinta-feira, junho 17, 2010

Com Verón, Messi é mais ofensivo

Maradona trocou o 4-2-3-1 da estreia pelo 4-4-2 em losango, com Higuaín e Tevez no ataque, Messi na ligação, Maxi Rodriguez e Di María no apoio, e Mascherano na cabeça-de-área.

Já Jung Moo adotou o 4-4-2 em linha, com Park Ji Sung e Chu Young no setor ofensivo, e Chung Yong, Jung Woo, Sung Yueng e Ki Hun no meio-campo.



Sem Verón, o peso da articulação se concentrou nos ombros de Messi. Coube ao camisa 10 se afastar da área e buscar o jogo na faixa central, na altura dos números 7 e 20, para armar o jogo vindo de trás. Com La Brujita em campo a criação fica dividia, e o camisa 10 não tem tanta obrigação de voltar para pegar a bola mais atrás.

2 comentários:

Caio Perecin disse...

Verón tem que voltar no lugar de Di Maria ou de Tevez (adiantando Di Maria para o ataque, ou ainda com Aguero em seu lugar). Assim, Messi teria que voltar menos e o meio ficaria fotalecido, permitindo à Argentina ter mais posse de bola, como gosta de jogar. Além disso, Maxi pode ajudar o sobrecarregado Mascherano na proteção à zaga, sem perder sua ótima característica de chegar a frente como elemento-surpresa.
Acredito que essa mudança daria muito mais equilíbrio ao time, e aí sim poderíamos apontá-lo como o grande favorito. Principalmente se Jonás Gutierrez continuar fora depois da suspensão.
Abraço

X disse...
Este comentário foi removido pelo autor.