terça-feira, junho 29, 2010

A decisão leva à conspiração

Desculpe minha intolerância, mas a questão do recurso eletrônico na arbitragem é indiscutível. Um monitor à beira do gramado com a transmissão oficial do evento, supervisionada pelo quarto árbitro (e quem sabe um quinto, para eventualmente discutirem entre eles) resolveria o problema.

Para derrubar o argumento daqueles que acham que a partida iria parar a todo instante, cada time teria direito a, por exemplo, apenas dois desafios por jogo. Simples assim. E se ocorresse um lance duvidoso depois de já utilizados os dois desafios, azar.

E quanto aos torneios mais humildes, modestos, que não são televisionados ou não têm condições de aderir a esta tecnologia? Azar. Pelo menos nos grandes campeonatos (nacionais, internacionais, de clubes e seleções), onde são investidas as montanhas de dinheiro e onde está presente o grande público, erros fatais como o gol de Lampard ou a mão de Henry deixariam de existir.

Há ainda aquele argumento, para mim o mais incompreensível: 'Mas aí o futebol não teria discussão!'. Ora, como se futebol fosse feito de arbitragem. Discute-se o jogo, o jogador, a jogada. A tática, a técnica, a emoção. A torcida, o sofrimento, a glória. Não a arbitragem, muito menos seus erros ou acertos.

Tenho certeza de que a TV deveria ser utilizada, e de que daria certo. Em contrapartida, essa certeza me gera dúvidas, pois fico me perguntando por quais motivos ela ainda não foi adotada, e chegando a conclusões, sem evidências, pouco animadoras.

9 comentários:

Blog Futebol Bonito disse...

É VERDADE.

eu criei um texto sobre a nossa seleçao, não sou muito de criar texto não.Mas ficou bom rs.

Blog Futebol Bonito disse...

depois trocar o link do meu blog fut na mesa para >http://blogfutebolbonito.blogspot.com/
blz?

Manuel Oliveira disse...

Assunto polémico esse por isso a FIFA nunca quis mudar. Mas, alguma coisa deve ser feita.
É a 1ª vez que entro aqui. Gostei do blog.
Tenho um blog sobre futebol BLOG DO MANUEL
http://manueloliveira2000.blogspot.com

Cumprimentos.

Luciano disse...

Vou na contra mão de todos.
Sou contra, fiz um post no meu blog sobre o assunto também, quem quiser passar lá ficarei feliz, nem que seja para cornetar já que o assunto é bem polêmico.

Grande Abraço!

Ricardo Milepp disse...

Não engulo a história de que "o erro dá graça ao futebol". Tenho raiva de quem fala essa besteira.

O erro mancha. Com certeza, muitos dos que não gostam de futebol têm como motivo a falta de justiça.

Fico pensando: por que as confederações não se unem pra botar pressão na FIFA a fim de modernizar o esporte?

mArcelo - www.myspace.com/ativarock disse...

Acho que em lances como o gol mal anulado da Inglaterra, poderiam rebaixar o gramado, na área dentro do gol, deixando-o levemente declinado, da linha do gol até o fundo das redes, assim, quando a bola ultrapassasse a linha branca e quicasse no gramado, ela iria para o fundo do gol e não voltaria para o campo, mais ou menos como no pebolin!

Anônimo disse...

Concordo.

E para que o jogo não fosse parado a todo instante, poderia ser utilizada a regra do Tênis, onde cada jogador tem o direito a 01 questionamento por jogo. Se o usar o recurso e tiver razão, pode usá-lo novamente no jogo. Caso contrário, perde o direito.

Isso acabaria também com aqueles jogadores que passam o jogo inteiro reclamando da arbitragem.

Paulo Vitor Moraes disse...

Querem saber sobre os bastidores do futeobol mundial?! Acesse meu blog: www.bastidoresfc.blogspot.com

Gustavo disse...

Ola Carlao, muito legal seu blog, eu ja te segui.Eu criei um recentemente , e gostaria que vc me seguisse.
http://futebol25horas.blogspot.com/

Este ai é o link, me ajude. ;D Valeu

abraçoss