segunda-feira, dezembro 08, 2008

Os méritos do técnico tricampeão

A rotina tem se repetido nos últimos anos: O São Paulo enfrenta um período de turbulência no pós-Libertadores, e no segundo semestre se acerta.

Foi assim em 2006, quando, após o vice-campeonato da Libertadores, Muricy Ramalho foi muito questionado. Mas mantido. Na segunda metade do ano Muricy encontrou Hernanes, o substituto de Mineiro.

Em 2007 foi a mesma coisa. A equipe foi precocemente eliminada da Libertadores, e o treinador balançou. Mas não caiu. Naquela temporada o técnico encaixou a vitoriosa dupla de volantes (Richarlyson e Hernanes), e trouxe para os titulares Alex Silva, o Pirulito, e Breno, o "Pato" da zaga, formando assim aquele time que não levava gol.

Neste ano a história se repetiu: Frustração no mata-mata da Libertadores, sucesso nos pontos corridos do Brasileiro. No primeiro semestre houve confusão com Fábio Santos, Carlos Alberto e Adriano. No segundo estes caras foram embora, e Muricy pôde ajeitar a casa. Desta vez ele subiu Jean, para formar a dupla com Hernanes. E recuperou Hugo, peça fundamental na campanha.

Muricy Ramalho é um excelente treinador. Mas precisa de tempo para identificar as carências de sua equipe, e, na base do treinamento, supri-las. Por essas e outras que o São Paulo, de Muricy, é hoje o Rei do Brasileirão.

Correção: Hernanes surge em 2007, e não em 2006. Mineiro e Josué era a dupla do primeiro campeonato dos três.

5 comentários:

Bruno Silva disse...

Cantoná diria que Muricy 'non jôga bonito', mas ganha campeonato.

É difinitivamente um treinador que precisa de tempo para acertar um time, o que tira dele a credencial pra treinar uma seleção.

Abraços!
Bruno Silva
http://ladobdocasste.blogspot.com

Arthur Virgílio disse...

Agora falta reconquistar a Libertadores e para isso, penso que o São Paulo não deve apostar em estrelas, mas sim nessa base vitoriosa.

Zeca disse...

Se houver o mínimo de justiça(o q é pouco provável) o São Paulo tem q perder o título e ser rebaixado, da mesma forma q ocorreu com a Juventus na Itália.

abrass

André Augusto disse...

Ele é o maior responsável pelo título. Um excelente técnico e administrador de situações. Ao contrário do Luxa, que só trabalha com elenco bom...


Abs

carlos pizzatto disse...

Na verdade Hernanes entrou em 2007, e não em 2006.