terça-feira, dezembro 16, 2008

São Paulo se prepara bem para o ano que vem

Confirmou-se o que era esperado: o São Paulo fechou com Washington (e Renato Silva).

Soma-se a estes nomes as contratações de Eduardo Costa e Wagner Diniz, e podemos imaginar como será o time que vai, na temporada que vem, em busca da Copa Libertadores.



Provavelmente o trio de zaga continue o mesmo. Rodrigo, o zagueiro forte, e Miranda, o técnico, são os homens do combate, e André Dias, que mescla força e técnica, o cara da sobra.

Eduardo Costa chegou para ser titular (até porque Jean é novo para encarar uma Libertadores, ainda mais nesta posição). Chegou para dar suporte às subidas de Hernanes, o volante/meia.*

Jorge Wagner, o ala/meia, continua com a liberdade habitual para atuar, quando o time está com a bola, por uma extensa faixa do campo adversário, sempre alimentando seus companheiros a passes curtos, médios e longos.

Wagner Diniz dará, penso eu, mais qualidade técnica e velocidade à ala direita (Zé Luis, volante 'improvisado' na ala em 2008, é atleta de vigor físico, embora não seja grosso com a bola, pelo contrário). O ex-vascaíno terá bastante campo para jogar com Hernanes e Dagoberto, seja partindo para a linha de fundo ou para dentro.

Hugo e sua eficiência devem manter o mesmo ritmo. Defende, articula, e chega na área para finalizar. Por baixo, de canhota, e por cima, de cabeça.

No ataque, Dagoberto - que está mais consciente taticamente e compreendeu a necessidade que um atacante de movimentação tem em marcar - possivelmente fará dupla com Washington. Possivelmente, porque há Borges, que está acostumado a jogar no estilo são-paulino, de costas para o gol. Mas creio que o ex-centroavante do Fluminense também pode fazer o pivô, além de ser mais decisivo. Com o tempo, na minha opinião, a titularidade será dele.

*Que algum volante são-paulino vai ser vendido antes da pré-temporada 2009, parece claro. Muitos apostam que este é Hernanes. Para mim, puro palpite, é Richarlyson. Hernanes fica para fazer (bem) a Libertadores, valorizar-se ainda mais, e aí sim sair na janela européia em julho.

6 comentários:

Daniel Reiner disse...

A torcida do São Paulo andou perdendo a paciência de tanto serem chamdos de bambis e resolveram pressionar para a não-escalação do Richarlyson. Injustamente o jogador foi tirado do time titular e participou de jogos fora do Morumbí.Por isso, é bem provável que não continue mesmo. Se bem que com a chegada do Ronaldo ao Parque São Jorge, os corintianos não tem moral nenhuma prá azarar a galera são paulina.

Zangado disse...

tu deve manjar muito de futebol pra tirar o Jean e colocar Eduardo Costa no time! Poutzz

carlos pizzatto disse...

Se Hernanes ficar, é com Eduardo Costa que a dupla de volantes, imagino eu, será formada.

Penso assim porque o ex-jogador do Grêmio tem 26 anos e já passou pelo Bordeaux, pelo Olympique de Marseille e pelo Espanyol.

Já o excelente Jean, que tem 22, defendeu times como Inter de Limeira, Noroeste e Marília.

A experiência pode pesar na Libertadores. Além do mais, Eduardo Costa tem 1.84 m, e Jean, 1,70. Imposição física é crucial neste tipo de competição.

Agora, se Eduardo Costa entrar e tiver um desempenho ruim, Jean volta.

Cae disse...

Que levem logo o Richarlyson e deixem o Jean jogar!

No ano passado, não tinha o Breno, que com 17 anos era mais zagueiro que muito marmanjo de 30? Pois então, vai ser a mesma coisa!

carlos pizzatto disse...

Breno é craque, é diferente.

Mas não é só pela idade não. É também pela diferença física (Eduardo Costa tem 1.84 m, e Jean, 1,70).

Alexandre Massi disse...

Olha carlão, acho que o jean será titular!

Eduardo Costa pode até ameaçar a vaga, mas o jean tem mais futebol que o concorrente.