quinta-feira, março 26, 2009

Falta caprichar no último toque

Repete-se o problema. No ano passado o ponto fraco do time gaúcho era o ataque. Nesta temporada idem.

O Grêmio se defende e articula bem. O volume de jogo criado em toda partida é sempre satisfatório. No entanto na hora de pôr para dentro, vacila. Ontem também foi assim, no 2 a 1 sobre o Aurora, na Bolívia.



Para 2009, além de Jonas, que estava emprestado, chegaram ao Olímpico Alex Mineiro, Herrera e Maxi Lopez. Até agora nenhuma dupla de ataque convenceu o torcedor e o treinador. Insisto: as oportunidades de gol são criadas. O pecado está na finalização.

Não sei se os avantes gremistas precisam se benzer, treinar o fundamento, ou se os nomes contratados pela diretoria não são bons o suficiente.

Um comentário:

gerson disse...

Carlão, uma coisa é fato: o Grêmio só jogou contra morto este ano. Esse Aurora é uma tristeza. Eu jogaria nesse time. Quero ver qdo pegar um melhorzinho.