domingo, março 22, 2009

Mourinho inaugura 4-2-3-1 na Inter

Com Cambiasso e Rivas formando a dupla de zaga, a Inter que enfrentou a Reggina neste domingo atuou no 4-2-3-1. Confesso que nunca vi a equipe de José Mourinho nesta formação.

Apesar de ser o único atacante, o craque Ibrahimovic busca o jogo atrás e nos flancos a todo instante. No entanto o ataque não fica abandonado porque, quando o sueco se distancia da área, um dos homens da linha de três se projeta à frente.



Aos 30 do primeiro tempo Mancini e Balotelli trocaram de posição. E aos 40 minutos, ainda na primeira etapa, o 33 sentiu e foi substituído por Obinna.

Atualização: acabou 3 a 0 para a Inter, com direito a mais um golaço do camisa 8.

7 comentários:

Saulo disse...

Mais uma vitória da Inter que deve conquistar mais um título.

Thiago Ribeiro disse...

Parabens pelo belíssimo blog, altamente organizado e bem feito...

Mandou ver...
Alias, torço para a amputada roma, sem 7 titulares não da pra ganhar da juve.

Anônimo disse...

ÓTIMO esquema tático! A França nos ganhou com esse esquema na Copa de 2006; o Vitória fez uma boa campanha no Campeonato Brasileiro do ano passado, sob comando do Wágner Mancini; etc.

Eu particularmente, sou fã desse tipo de jogo. Lembra as décadas de 60 e 70, é muito ofensivo e, pelo que parece, também é muito eficiente. Não precisa colocar o antigo 4-2-4, pois é suicídio, mas este esquema cai muito bem nos times de hoje.

Abraços!

Carlos Pizzatto - Blog do Carlão disse...

Também sou fã desta variação do 4-5-1. É meu esquema preferido.

TEMAKERS disse...

O problema desse esquema é o armador do meio, pois ele tem que chegar junto ao ataque e ao mesmo tempo tem que fechar o meio campo junto com os volantes.
Poucas pessoas no mundo fariam bem a função. Enchergo o Gerrard, preenchendo bem a função.
Mas não Stankovic. Ele seria o melhor da Inter para a função, mas não suficientemente bom para utilização deste esquema por parte do Mourinho.

Carlos Pizzatto - Blog do Carlão disse...

Quem não tem cão caça com gato.

Mas também acho que Mourinho não vai aderir o 4-2-3-1.

André Augusto disse...

As peças que a Inter têm e o momento que elas vivem não são tão propícias para esse esquema. frente a uma equipe mais forte e compacta, se os meias não renderem, Ibrahimovic acaba isolado, como no segundo jogo frente ao Manchester. É crucial que Mancini volte a atuar como nos tempos de Roma e a Inter não fique tão dependente dos avanços de Maicon pela direita. Balotelli é muito inconsistente e Stankovic não vive boa fase. A Má fase de Cruz e Adriano também não deixa muitas opções de tática para Mourinho.