sexta-feira, setembro 21, 2007

Do Blog do Birner

Quando vistoriava o gramado do Maracanã, Dunga foi questionado sobre a convocação de Alexandre Pato. O treinador, um pouco agressivo, explicou que ele sequer realizou cinco jogos seguidos pelo Internacional e não será chamado. Também falou sobre os quatro meses sem entrar em campo. Tudo bem. O argumento é bom, mas como explicar a convocação de Gladstone?Abaixo, repito o post de 11 de setembro, nesse blog.

E se você fosse Anderson Polga?

Eu poderia perguntar a explicação, mas como acho difícil que encontrem argumentos bons e atuais, prefiro perguntar o que você pensaria se fosse Anderson Polga?

A notícia está no sítio do jornal português Mais Futebol ( 6 de setembro ).

De forma inesperada, Gladstone acabou por alcançar um dos objectivos que traçou quando foi apresentado, a 3 de Julho. Na altura, o central brasileiro anunciou que queria relançar a sua carreira no Sporting, depois de uma experiência menos feliz em Itália (Juventus e Verona), e transformar a sua passagem por Alvalade num «trampolim» para a selecção brasileira.

A verdade é que o central nem precisou de um «trampolim», uma vez que nunca foi utilizado por Paulo Bento em jogos oficiais, e o banco de suplentes foi suficiente para ultrapassar o companheiro Polga (titular em todos os jogos da Liga) na corrida à vaga de central deixada em aberto pelas lesões de Alex (Chelsea) e Alex Silva (São Paulo).

Esta será a segunda vez que o jovem central merece a confiança do seleccionador Dunga que já o tinha chamado, em Novembro de 2006, quando ainda estava no Cruzeiro, para render Lúcio numa convocatória para um particular com a Suíça em que acabou por não ser utilizado.

No entanto, Gladstone já tinha um percurso consolidado nas selecções mais jovens do escrete, com destaque para um terceiro lugar no Mundial de sub-20, na Holanda, em 2004. A chamada do defesa do Sporting também poderá ser vista no âmbito da preparação de uma equipa para os Jogos olímpicos, uma vez que Gladstone conta apenas com 22 anos.

Blog do Birner

2 comentários:

gerson sicca disse...

Carlão, o Pato vai ser craque, mas pelo q vi dele nos jogos do Inter acho que ele não está pronto para a seleção. Em muitos lances ele é extremamente afobado, coisa de guri mesmo, e desliga-se fácil do jogo em vários momentos. Acho q ele precisa passar por um período de maturação. Acho, inclusive, que ele deveria ter ficado um pouco mais no Brasil.
Teve muita mídia em cima dele, e isso acobertou um pouco as suas deficiências.
Mas vai ser craque.

Guillermo disse...

O Pato vai ser craque, mas o Dunga um dia será técnico? Ele convoca Gladstone e Afonso, dois jogadores que figuram longe dos bancos de reservas dos seus clubes, relevando Polgas, Patos e tantos outros que precisarão "sofrer" para merecer a amarelinha. Não são eles que estão sofrendo, são os torcedores com mais um colorado fracassado no comando da Seleção.

DÁ-LHE GRÊMIO!!!