quarta-feira, junho 10, 2009

Cabañas: "Zaga central do Brasil é lenta"

Algoz recente de times brasileiros e da própria Seleção, o paraguaio Salvador Cabañas disse que a zaga central do Brasil é lenta e tem problemas para cobrir as jogadas.

É verdade.

Quando a equipe de Dunga é contra-atacada em profundidade nas costas de Daniel Alves, por exemplo, o zagueiro-central Lúcio é quem sai no combate e Gilberto Silva é quem cobre. Cá entre nós, nenhum dos dois prima pela velocidade.

O sistema defensivo da Seleção é bom. Mas é importante compreender que o Brasil só tem a defesa menos vazada das Eliminatórias (5 gols sofridos) porque Júlio César vem fechando o gol. Pois oportunidades os adversários cansam de criar, no entanto pelo melhor goleiro do mundo não conseguem passar.

3 comentários:

J. R. Barbosa disse...

Acredito que hoje a seleção brasileira não tem o melhor time do mundo pois ainda tem problemas defensivos.

Se fosse o miranda no lugar do lucio isso melhoraria.

André Augusto disse...

Mas convenhamos que Cabañas também não é nenhum velocista para tal. Mas é muito oportunista [nos dois sentidos]

Bruno Silva disse...

Fato. Mas a cagada, pra variar, é manter Gilberto Silva na cabeça de zaga. Pra essa função eu sou muito mais o Cristian, do Corinthians, que além de ótimo primeiro volante, cobre os laterais como ninguem. O cara é rápido!

Abraços!
Bruno Silva
http://www.ladobdocassete.com.br