quarta-feira, março 17, 2010

Barça apresenta variação tática

Se na terça-feira Mourinho surpreendeu ao escalar a Inter no 4-3-3, nesta quarta foi a vez de Guardiola, que adotou o 4-4-2 para superar o Stuttgart no Camp Nou, por 4 a 0.

Faça chuva ou sol, em regra o Barcelona joga no 4-3-3 com um cabeça-de-área, dois meias, dois pontas e um centroavante. Mas como toda regra tem exceção, na partida de volta das oitavas de final a equipe catalã operou com duas linhas de quatro e dois atacantes.



Entre os homens do miolo da meia-cancha, Touré se apresentava na frente mais que Busquets. E entre os caras das beiradas, a participação de Pedro, na diagonal, foi mais incisiva que a de Iniesta.

No ataque, Henry trabalhou na referência, embora não como um legítimo centroavante de área, e Messi fez as vezes de acatante de movimentação, vindo de trás ou caindo pela direita.

Quando voltava pelo centro, e o time retomava a bola, ele funcionava também como um armador. No lance do segundo gol, por exemplo, o gênio argentino lançou Touré, que só rolou para Pedro empurrar à rede.

É muito provável que nos próximos jogos o enraizado 4-3-3 retorne. Contudo, as variações táticas são sempre bem-vindas (ou melhor: necessárias), e este 4-4-2 em linha é uma ótima alternativa.

4 comentários:

Douglas Nacif disse...

Olá Carlão,

O blog Papo de buteco se reformulou. Mudou seu layout, e tentou organizar as postagens para facilitar as visualizações.

Espero que possa contar com sua presença e deixar sua crítica ou elogio ao novo visual.

Desde já agradeço!

Um forte abraço,

Douglas Nacif

Futebol ao Cubo disse...

Fala, cara!

Foi complicado definir como o Barça jogou hoje. Seu desenho demonstra quase como enxerguei também, mas vi o Messi realmente armando o time, como se fosse num 4-2-3-1, com ele de meia atacante pelo centro, com liberdade pra carregar a bola pro ataque e cair pela direita.

Muito legal ver o Barcelona variando o jogo dessa forma, e destaque para a partidaça que fez Yaya Touré.


Abraços!

Pedro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro disse...

Concordo com o amigo que disse que o Barça jogou quase em um 4-2-3-1.

Além do 4-4-2 postado por você, o 4-1-4-1 também foi um esquema possível de se analisar.

Busquets jogou bem a frente da zaga, Iniesta fazia a meia-esquerda, Pedro a meia-direita, Yaya Toure aparecia vindo de trás como meia-central pela esquerda e o Messi jogava pela meia-central pela direita, mais bem adiantado.