sexta-feira, janeiro 30, 2015

O melhor Neymar ainda está longe

Sou suspeito para falar de Neymar no Barcelona porque desde fevereiro de 2010, quando o craque brasileiro estava despontando no cenário nacional com a camisa do Santos, eu já o “pedia” no clube catalão, vide este post intitulado “Pep e o ponta ideal”. Nele, escrevi: “Messi de um lado, Neymar do outro, Ibrahimovic por dentro... Nada mal.” Cinco anos depois, consumado o retorno de Messi à ponta direita no time de Luis Enrique, hoje o desenho é exatamente esse, com Suárez no lugar de Ibrahimovic.



Quando digo que Neymar Jr é o maior ponta-esquerda do Barcelona desde Ronaldinho, não estou exagerando. Desde a saída de Ronnie, passaram pela ponta esquerda do Barça jogadores como Henry, Villa, Pedro, Bojan, Tello e Cuenca. Salvo engano, foram esses os seis nomes a ocupar aquele canto do campo de lá para cá. E nenhum deles chega aos pés de Neymar. Ou melhor, quem mais se aproxima dele é Henry, claro. Contudo, convenhamos, o Henry do Barcelona não era o Henry do Arsenal. Portanto, embora seja apenas sua segunda temporada com a camisa azulgrená, pode-se afirmar sem medo de ser feliz: Neymar é o maior ponta-esquerda do Barcelona desde Ronaldinho.



Na temporada passada, a primeira de Neymar pelo Barcelona, sob o comando de Tata Martino e suas questionáveis escolhas (como colocar Neymar e Alexis para brigarem pela ponta direita, só para escalar Iniesta aberto na esquerda), ele marcou 15 gols em 41 jogos. Uma média relativamente boa, considerando que era sua primeira temporada e que diversos problemas extracampo, sem dúvida, o atrapalharam (Sandro Rosell, polêmicas quanto aos valores de sua transferência, etc). Já na segunda temporada, a atual, totalmente adaptado ao futebol europeu, entrosado com Messi e cia, sentindo-se em casa, Neymar no momento soma nada menos do que 21 gols em 25 partidas (veja todos no vídeo acima). Média excelente para um atleta prestes a completar 23 anos.

Porque ainda tem isso. Tem esse detalhe. Neymar tem somente 22 anos. Faz 23 agora em fevereiro. Ou seja, está longe do seu auge. Partindo do princípio de que o jogador de futebol profissional atinge seu ápice na carreira por volta dos 27, 28 anos de idade, Neymar em tese está a quatro ou cinco anos do seu clímax. Em outras palavras, esse Neymar de 21 gols em 25 jogos pelo Barcelona 2014/15 ainda está longe do melhor Neymar. O melhor Neymar, na teoria, deve aparecer lá pela Copa da Rússia. E o melhor Neymar, não sei se em 2017, 2018, 2019, é/será o principal candidato a quebrar a hegemonia Messi-CR7 na Bola de Ouro. Resta-nos aguardar para conferir, desfrutando semanalmente de seus bailes na ponta esquerda do Barcelona.

Um comentário:

Patryck Leal Gandra disse...

Blog do Carlão,

Neymar tem muito a desenvolver no Barcelona e tem tudo para ser um dos melhores do Mundo no futuro. Na questão da quebra da hegemonia Messi-CR7, não podemos descartar outros jovens craques como Hazard e Gotze.

Abraços.
Participe do Super Quiz:
Primeiro desafio