sábado, maio 12, 2007

Dedo da diretoria

O São Paulo fez, como disse Noriega, um treino de luxo, contra o Goiás.

O time do Morumbi, jogando em casa, com portões fechados - por causa da invasão de um torcedor são paulino no último jogo do ano passado -, passeou em campo, vencendo o time goiano por 2 a 0. Jorge Wáger lançou um petardo, de fora da área, para abrir o placar. Rogério Ceni fez o segundo, de pênalti.

O que chamou atenção foi a escalação do São Paulo. Saiu Jadílson, entrou Jorge Wágner (na ala esquerda), saiu Richarlyson, entrou Hernanes, saiu Aloísio, entrou Borges, saiu Leandro, entrou Dagoberto.

Há boatos que os cartolas tricolores tiveram influência direta nesta formação.

Se tiveram, mandaram bem, porque há tempos a torcida queria ver Jorge e Hernanes em campo.


fotos: Gazeta Press

4 comentários:

Sidarta disse...

Não vi o jogo, mas o Leandro e o Souza estavam jogando uma bolinha.

Arthur Virgílio disse...

O jogo no segundo tempo deu um sono...

Petkovic pode se aposentar e o Goias necessita de reforços, caso contrário brigará para não cair.

Breiller disse...

Intervir no trabalho de treinador é coisa de time pequeno. Isso é um passo atrás para o São Paulo.

Mesmo assim, é o favorito para mais um título brasileiro.

Marco Aurelio disse...

Do São Paulo, não tenho muito a comentar.
Mas do BubbleShare, esse sim, ficou bem legal.. curti de verdade a mais nova inovação do Blog do Carlão (até rimou! hehe)

[s]