quarta-feira, maio 30, 2007

Surpresa? Nenhuma!

O Grêmio foi comicamente superior ao seu adversário, no Olímpico.

Foram cerca de 20 (vinte) finalizações do time da casa, contra vergonhosas 2 (duas) finalizações do time visitante.

E não importa se o visitante é o Santos, o Milan ou a Seleção Brasileira.

O ritmo e estilo de jogo, no Olímpico, é sempre o mesmo: Massacrante. Avassalador. Constante.

No Olímpico, o Tricolor é praticamente imbatível.

Por causa do comprometimento de seus atletas.

Os homens que vestem a camisa azul, preta e branca, se entregam ao máximo, durante todos 90 minutos.

Do massagista ao ponta-esquerda, a entrega e a pegada é muito forte. Fica fácil perceber a vontade, a concentração e o foco no único e mais importante objetivo: a vitória.

E, não há dúvida (pelo menos para mim) que estes jogadores fazem o que fazem, correm o que correm, marcam o que marcam, e jogam o que jogam, por causa de Mano Menezes.

2 a 0, e, como esperado, o Tricolor vai para a hora da verdade (parte 2) com uma bela vantagem.

3 comentários:

Alessandro [grêmio] disse...

Tá dizendo q o Grêmio foi guerreiro? Guerreiro fui eu de assistir o jogo pela Rede Glóbulo. Mais engraçado que aqueles comentários furados do jogo de hoje, só o Gavião sendo cortado pelo Ornaldo na copa.

E o Grêmio não usou todo o poder ofensivo dele, tava receoso de levar um gol e complicar. Jogou inteligente.

Vcs vão ver o que é pressão tricolor nos primeiros 30 minutos de jogo na Vila, tudo por um gol pra levar o jogo pros fatídicos 4x1.

Barneschi disse...

2 a 0 é uma vitória quase sempre incontestável. Quando o regulamento premia os gols fora de casa, então, isto é ainda mais claro. Não ousaria dizer que é impossível o Santos reverter esta vantagem, mas o Grêmio merece ir à final. E até mais. Não pela campanha ou pelo time que tem, mas pela torcida. Nada é mais importante do que isso.
Abraços

Danilo Damasceno disse...

Vou repetir o que publiquei no meu blog!O futebol gremista é uma mistura de jogo europeu com a molecagem brasileira que tem uma torcida com a garra argentina e brilhantismo brasileiro!Abraços