quinta-feira, maio 24, 2007

Semifinal brasileira

Como diz o regulamento, dois times do mesmo país não podem fazer a final da Copa Libertadores, a não ser que três times do mesmo país chegem às semifinais (o que não é o caso).

Assim sendo, Santos e Grêmio farão a semifinal. O primeiro jogo é no Olímpico, e o segundo na Vila Belmiro.

Grande teste para o tricolor gaúcho, que até agora, no mata-mata, sempre fez a segunda partida em casa.

Grande teste para o alvinegro praiano, que até agora não pegou nenhuma pedreira, e penou para passar pelo time reserva do América.

Quem quer que passe, estará bem próximo do terceiro título da Copa Libertadores.

2 comentários:

thiago disse...

carlão, existe ainda essa regra de que não pode haver dois times do mesmo país em partidas diferentes das semi-finais?
O que aconteceria se o desencadeamento do mata-mata colocasse o Paraná num jogo e o Santos no outro?

carlão disse...

Não sei se entendi sua pergunta. Mas esta regra está em vigor a partir deste ano, por uma questão econômica. Na verdade, era para o Santos pegar o Cúcuta, e o Grêmio pegar o Libertad ou Boca. Mas não é vantajoso para a Conmebol ter dois times do mesmo país disputando uma final (como foi em 2006 e 2005). Uma final com, por exemplo, Boca e Santos, ou Libertad e Grêmio, dá mais audiência na América Latina do que uma final entre dois times do mesmo país. Agora, caso três times do mesmo país chegem à semifinal, não teria jeito. Não sei se foi isso que perguntaste...