quinta-feira, maio 31, 2007

Imperdível!

Seja Grêmio, seja Santos, o classificado brasileiro vai pegar uma verdadeira pedreira na final.

Seja Boca, seja Cúcuta.

Estes dois acabaram de dar um belo espetáculo aos amantes do futebol, em jogo da semifinal, na Colômbia. Toma lá, dá cá. Jogo aberto. Bonito de se ver.

Cúcuta que, coincidentemente ou não, tem o gramado infestado de rolos de papel higiênico (limpos, diga-se), arremessados pela torcida.

O Boca já é um velho conhecido. Conhecido é o seu poderio, e sabemos aonde o time da Bombonera pode chegar.

Ao contrário do Cúcuta. Clube de nome desconhecido e estranho, mas de futebol insinuante. Que, na verdade, pode chegar mais longe do que imaginamos.

Toda malandragem colombiana é aflorada na bola apresentada pelo rubronegro de Cúcuta.

O jogo terminou 3 a 1, para o time da casa. Dois golaços de Blas Perez. O terceiro, de Bustos, de falta, de novo. No segundo, lindo passe de Torres, e bela conclusão do camisa 9. De novo. Não foi o primeiro, nem o último, golaço que nasceu assim: assistência de Torres, finalização de Blas Perez.



Seja Grêmio ou Santos, Cúcuta ou Boca, a batalha final, desta guerra que é a Libertadores, vai ser imperdível (principalmente para quem quer ser o ganhador).

3 comentários:

Sidarta disse...

Cúcuta Campeón!!! hahaha

Arthur Virgílio disse...

Esse time do Cúcuta está jogando muito. O Blas Pérez é o Dodô da Colômbia, só golaço.

Guilherme disse...

o Cúcuta ta Jogando Muito Bem Mesmo!!