sábado, maio 12, 2007

Didi, o Maestro Mestre

No dia 12 de maio de 2001, Mestre Didi entraria para e eternindade.

Também conhecido como Cisne Negro, Didi foi apelidado de Príncipe Etíope, por nada menos que Nelson Rodrigues.

Jogou no Fluminense, entre 1949 e 1956, disputando 298, tendo feito 91 gols.

Didi foi o autor do primeiro gol do Maracanã.

Jogou no Botafogo. (E, que time! O melhor de todos os tempos, pra mim, pau-a-pau com o Santos de Pelé, Pepe, Pagão, Mengálvio, Coutinho.)

O time do Fogão tinha, entre outros, Manga, Nilton Santos, Zagallo, Quarentinha, Garrincha, Amarildo, Didi...

Realmente, sensacional!

Na verdade, sou suspeito para falar, pois após ter lido Estrela Solitária - Um brasileiro chamado Garrincha, de Ruy Castro, me tornei um eterno apaixonado pelo Botafogo e sua história.

Jogou na Seleção. Participou das Copas do Mundo de 1954, 1958 (campeão) e 1962 (campeão).

Muitos diziam que Didi gostava de fazer corpo mole. Diziam que ele não se esforçava. Não corria.

Didi (que jogava no meio-campo, geralmente sendo um dos dois do 4-2-4) respondia dizendo que quem tem de correr é a bola, e não o jogador.

3 comentários:

Anônimo disse...

Sensacional jogador, poderia ter sido muito mais, se não fossem os problemas com a bebida.

carlão disse...

Naquela época, jogador beber e fumar era normal.

PAULO KRAIDE PIEDADE (PAULOFILÉ) disse...

Olá

Recebi de um amigo o filme todo da final de 1958... Inacreditável o que fazi com a bola, aliás, o que TODOS faziam, mas, Didi era diferenciado... o trato com a bola era muito íntimo... para chamá-la de "você... não havia constrangimento alguma ao mestre... " e realmente... quando os jogadores são inteligentes, quem corre é BOLA! Quem corre à toda é CABRITO, mas, não joga BOLA!

Belas matérias no BLOG, valeu Carlão.. taí o link:
http://www.svt.se/content/1/c8/01/18/18/27/080628SVEBRAVM58.asx

Dê uma olhada, vale a pena... é o jogo na íntegra, eu já o vi várias vezes... é muito bom tecnicamente.

Quanto ao beber e fumar... temos o hábito de nos intrometer na vida das personalidades... deixem que pelo menos agora descanse em paz!

Ele merece!