segunda-feira, maio 28, 2007

No olho do outro, é refresco

Como se sabe, a FIFA determinou um limite de 2.500 metros de altitude, em jogos internacionais, para salvaguardar a integridade física dos atletas, devido ao ar rarefeito e às condições ditas "desumanas" para a prática do futebol.

Mas, e como fica a integridade física do torcedor? Como o torcedor do Bolívar, do The Strongest e de outros times vão fazer para acompanhar suas paixões numa Libetadores da vida? Para onde serão levados os jogos destas equipes? A FIFA pagará as passagens de ônibus ou avião (ida e volta!), para os milhares e milhares de torcedores acompanharem seus times, seja lá onde for este novo lugar? Ou será que podemos fazer uma cirurgia na mãe Terra, deixando estas cidades mais baixinhas, para atender à imposição da FIFA?

O jogador é essencial para a existência do futebol.

Mas o maior patrimônio de um clube, são seus torcedores.

3 comentários:

Zaca disse...

E ponto final.

Danilo Damasceno disse...

Caro Carlão até concordo que os torcedores estão sofrendo danos, mas a altitude além de prejudicar a integridade fisica dos jogadores, é ant-esportivo, tendo visto que os jogadores dos clubes desses paises levam gande vantagem para os outros jogadores, e uma das regras do futebol é igualdade para os times desempenharem um jogo, e infelizmente isso não acontece!Infelizmente torcedores desses clubes teram que se adequar a isso, até porque que sem jogadores não ha futebol mesmo existindo o grande patrimonio do clube que são os torcedores!Mas opinião é opinião e eu respeito muito a sua mas discordo!abraço

Breiller disse...

Coitados dos times bolivianos. Único jeito que eles davam alguma pressão é pelo trunfo da altitude. Agora já era...