terça-feira, junho 19, 2007

Boca é banguela?

Durante a fase de grupo da Libertadores, nos jogos fora de casa, o time do Boca Juniors empatou com o Bolívar (0 a 0), perdeu para o Toluca (2 a 0) e perdeu para o Cienciano (3 a 0).

Tudo bem, é verdade. Estes três jogos não eram partidas de mata-mata, que é a especialidade do clube de Buenos Aires.

E, além de não ser de mata-mata, o Boca não contou com seu trio maravilha (Riquelme, Palácio e Palermo) nestes três jogos.

Por isso o mal desempenho fora da Bombonera.

Já, fora de casa, no mata-mata, com os três principais jogadores dentro das quatro linhas a história é parecida. Meteu 2 a 0 no Libertad, em pleno Paraguai. Mas levou 3 a 1 do Vélez e do Cúcuta.

3 gols interessam ao Grêmio. A 0. A 1, só se forem 4 (para levar para a prorrogação).

"É jogo de 180 minutos!", muitos dizem.

Quem sabe, talvez, a decisão terá 210 minutos.

E, quem sabe, o bicho-papão argentino não tenha dentes afiados. Talvez, o todo-poderoso Boca, seja banguela.

3 comentários:

Guilherme disse...

ta Com Cara de Boca Campeão e Ainda Vencendo no Olimpico Por Causa dos Contra Ataques.. Num Sei é so um Palpite.

Arthur Virgílio disse...

Com trio maravilha, sem trio maravilha, a verdade é que o Boca foi decepcionante fora de casa nessa Libertadores, o que de fato dá uma esperança ao Grêmio que, em contra partida foi fulminante nos jogos no Olímpico, inclusive, se não me engano, não sofrendo nenhum gol no seu terreno.

Zaca disse...

Tá certo Arthur, o ultimo gol que o Grêmio havia sofrido em casa (antes da derrota para o Cruzeiro) foi contra o Juventude na final do Gauchão, 4 a 1.