domingo, junho 10, 2007

Galo, à mineira

O Tricolor teve as rédeas da situação em mãos durante todo o jogo.

Só não soube conduzir a carruagem.

O São Paulo teve mais posse de bola, chegou mais que o Atlético, dominou a partida, mas nada conseguiu.

O time do Morumbi apresenta um quadro crônico de falta de criatividade na saída de bola, e este é o ponto mais fraco do Tricolor.

Acredite ou não, são - ainda - as seqüelas da ausência de Mineiro.

Por outro lado, o Galo, mineiro que é, veio comendo quieto, não necessariamente pelas beiradas.

O Atlético jogou toda a partida no contra-ataque. Alguns lentos, outros muito velozes. Todos em vão.

Entretanto, o Galo - forte e vingador - não baixou a crista e marcou o gol solitário e da vitória, com Paulo Henrique, aos 36 do segundo, numa sobra de cruzamento.

O Atlético é 8. Oitavo colocado, com oito pontos.

O São Paulo, com 7 pontos, cai para a nona colocação.

2 comentários:

Arthur Virgílio disse...

Muricy a cada rodada balança mais, daqui a pouco cai. Alguns jogadores que ano passado jogaram muito como Souza e Ilsinho, não estão rendendo nada.

Sidarta disse...

Não gostaria que o Muricy caisse.