segunda-feira, setembro 08, 2008

Dunga e a Seleção

A seleção de futebol do Brasil não precisa de um técnico.

Pelo menos é o que pensam os europeus.

Para eles os jogadores brasileiros são tão bons, tão excepcionais, que a Seleção nem precisa de um treinador.

Para eles, e para Ricardo Teixeira.

O presidente da CBF colocou Dunga no cargo mais desejado entre os treinadores de futebol por dois motivos:

Primeiro porque Dunga é obediente;

E segundo porque, para Teixeira, seus atletas por si só dão conta do recado. Por isso ele não viu problemas em colocar um treinador de primeira viagem à frente da Seleção.

Às vezes até que funciona. Deu certo na final da Copa América, e deu certo ontem, contra o Chile.

Um comentário: